10 DICAS MUITO IMPORTANTES PARA VOCÊ CONSTRUIR UM PROJETO

Meninas e Meninos,

IMG_4761 - CópiaMuita gente me pergunta qual o primeiro passo ou quais passos principais para se escrever um projeto. Segue então 10 dicas e comentários que acho que pode ajudar um pouco:

1 – Um projeto é um planejamento, uma receita (uma receita de bolo como digo sempre). É o passo a passo para que você realize o que pretende. Pode ser um projeto de uma festa, de comprar um carro, de fazer uma ação social, de lançar um livro, de construir uma casa etc. Para qualquer uma dessas ações você deve pensar em todos os detalhes e colocar isso no papel.

2 – Faça um projeto que tenha a ver com sua carreira, sua vida, sua realidade. Não adianta fazer um projeto “Totalmente Saudável” se você não consegue ficar longe das guloseimas. Não adianta fazer um projeto de engenharia se seu conhecimento é de culinária. Não adianta querer fazer projetos de dança se você só entende de música. Para isso primeiro você tem que aprender sobre o assunto e depois elaborar o projeto. Ou, conseguir uma parceria de alguém especialista no assunto que possa te ajudar.

3 – Tenha muito claro o ESCOPO do projeto. Escopo é o ponto ao qual quer chegar. O que você quer atingir. É exatamente o que é o seu projeto. Poderíamos dizer que é o Objetivo Geral misturado com a Definição. Mas é a partir dele que você constroe todo o resto. Não é só “lançar um livro” mas é porque e o que quer com esse lançamento.

4 – Definir e entender as necessidades e interesses dos STAKEHOLDERS (todas as pessoas que estão ligadas direta ou indiretamente ao seu projeto e tem interesse no mesmo). Essa parte é fundamental para uma série de ações na hora de escrever e definir o passo a passo da execução do projeto.

5 – Fazer um “Toró de Palpites” e responder os “Q’s” – O que é o projeto? O que você quer com o projeto? Onde acontecerá? Quem participará? Como vou falar disso? O que preciso? Quando preciso? Quanto preciso? etc

6 – Começar a colocar tudo no papel descrevendo, inclusive, os custos envolvidos em cada necessidade e cada passo.

7 – Ter estes principais ítens na descrição:

***RH – Recursos Humanos envolvidos – todos os prestadores de serviço, profissionais etc.

*** RM – Recursos Materiais necessários – tudo o que vai comprar, alugar, emprestar, construir etc.

*** Logística – como vai hospedar, transportar e alimentar o RH e como irá transportar e distribuir os RM.

*** Recursos Financeiros – quanto e de onde virá o dinheiro para esse investimento.

*** Plano de Comunicação – a comunicação deve ser funcional para os Stakeholders. Todos devem saber de suas funções e responsabilidades além do andamento do projeto. Isso é fundamental para o sucesso.

*** Pensar e criar um eficaz sistema de conferência, de monitoramento.

8 – Escrever o CRONOGRAMA (cronos = tempo) – definir quando e como cada ítem será realizado e quem será a pessoa responsável por ele.

9 – Ler e reler para ver se ainda falta algo e se tudo tem coerência.

10 – Avaliar riscos e se for necessário acrescentar despesas e necessidades para um plano B, C ou D.

E é isso. Observar ítens antes de escrever o projeto e antes de executar evita muitos problemas. Os detalhes são importantes, não os perca de vista.

Gostou? Curta, comente e compartilhe. Siga esse blog. QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.  🙂

05 PASSOS PARA ESCOLHER E EXECUTAR AS MELHORES IDÉIAS

Meninas e meninos,

IMG_4901O mundo dos projetos e eventos é muito concorrido. Para ter maior possibilidade de sucesso é importante criar diferencial e se destacar. Para melhorar a performance, além da idéia sobre o que vai fazer, é importante que estas idéias sejam realmente inovadoras e criativas.

Todos os dias temos idéias aos montes. Muitas vezes estamos fazendo o “brainstorm (tempestade cerebral)”, ou “toró de palpites” como dizemos lá em Minas, na hora de construir projetos e eventos e elas também não nos faltam. Mas muito além de ter idéias precisamos também colocar em prática. E colocar principalmente aquelas que nos darão os melhores resultados.

E por isso segue abaixo 05 passos para melhorar esse processo:

  1. Para ter uma boa idéia tenha muita idéias. Não desista só porque já pensou em um diferencial. Continue com o “toró de palpites” e tenha na lista pelo menos três boas idéias.
  2. Das idéias selecionadas faça uma pesquisa na internet para saber se algo parecido já foi feito. Pesquise onde puder. Anote estas informações.
  3. Volte com as idéias e a pesquisa para uma revisão e avaliação. Trabalhe em equipe
  4. Decida então se vai usar uma das ideias, se vai reformular ou se vai começar tudo de novo.
  5. Assim que decidir comece a trabalhar usando a idéia, não só pra ter um diferencial, mas também para criar algo que encante os seus parceiros e clientes. Esse pensamento de qualidade constante é também uma boa idéia.

PULO DO GATO : Dê um passo, confira. Dê outro passo, confira. Vá passo a passo avaliando se tudo está saindo como planejado. Muitas pessoas executam ações em projetos e eventos sem conferir e isso pode ditar o sucesso ou o fracasso do que foi proposto.

Uma idéia posta em prática passa a ser fundamental para o sucesso do projeto ou do evento. Por isso é importante que você viaje nos pensamentos e pense em muitas coisas na hora de ter idéias. Mas é importante que na hora da aplicação efetiva tudo seja muito planejado e organizado.

Um projeto ou evento com boas idéias não é tão fácil assim como parece. Tenha a consciência e a certeza de que o caminho certo foi escolhido.

QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

Você gostou? Curta, comente e compartilhe. Namastê. 😉

CROWDFUNDING UMA BOA IDÉIA QUE NÃO É NOVA, SHAKESPEARE JÁ FAZIA ISSO

@IDEIASComo já disse todo domingo vamos falar de idéias. No post passado falei como podemos potencializar o nosso cérebro e assim ter mais idéias. Agora vou falar pra vocês sobre idéias que acontecem em variados lugares do mundo, e muito no Brasil, claro. Há o ditado de que “nada se cria, tudo se copia”. Então observem o mundo e vejam se tem algo que você possa copiar e recriar. Mas também veja se pensa em algo realmente bom e inédito. Caso isso aconteça, execute e depois venha contar aqui pra gente.

CROWDFUNDING É UMA BOA IDÉIA, MAS FOI RECRIADA

@criativo2

IMAGEM montada PUBLICADA NA REVISTA http://www.fastcompany.com – na matéria THE APP’S THE THING: SHAKESPEARE, REBOOTED – por BY DAVID ZAX (direitos reservados)

Crowdfunding, com suas ferramentas on line, é uma modernidade que surgiu a pouco no mundo. Mais recentemente no Brasil.  Crowd – multidão e Funding – financiamento é uma forma de fazer com que os interessados no nosso produto ou serviço possam adiantar o dinheiro para esta produção e só depois receber o mesmo.

Porém, a ferramenta on line é novidade, mas o sistema não. Shakespeare provavelmente é o precursor de financiamentos coletivos. Sem dinheiro para todas as produções de um teatro onde era um tipo de sócio, ele arrecadava dos apoiadores verbas antecipadas para produção de peças. Estes apoiadores teriam depois lugar cativo e VIP para as apresentações.

@33Em São Paulo, João Bá, músico e compositor brejeiro da Música Brasileira, também já fazia seu crowdfunding nas baladas e circuitos alternativos da capital. Criava cartõezinhos com um “vale Disco” e era assim que pagava a produção de seus álbuns. Quando finalizava ia entregando em shows ou pontos de vendas para os que compraram.

@11@22Por todo o mundo, e mesmo vocês, devem ter histórias como estas. Mas hoje, as plataformas são modelos de negócios da Economia Criativa. E são lucrativos. A idéia já estava circulando e sendo praticada. Alguém veio e criou um projeto maior com base na idéia inicial.

Então pense…. o que será que tem por aí, acontecendo, e que você poderia reinventar e melhorar?

Gostou do post? Curta e comente. Compartilhe sempre para circular as idéias. Aproveite o domingo.

CONHECIMENTO E EXERCÍCIO DO PENSAMENTO PARA TER BOAS IDÉIAS

@IDEIAS@Primeiro: Na década de 1940 e 1950 foi desenvolvida a teoria das Redes Neurais. As redes neurais não acumulam informações, elas aprendem através do processamento das informações que são açuladas por estímulos externos. É como uma dona de casa que em sua criatividade olha o que tem de ingredientes em casa e improvisa alguma comida com base nas experiências que tem. Mas as redes neurais são muito simples comparadas ao modelo que os inspirou: os nossos neurônios pois ao contrário dos artificiais que só recebem uma informação em cada um nós recebemos várias a todo momento.

@criativo4Segundo: Fiz um curso com o Roberto Shinyashiki o ano passado, em 2014, e ele tinha uma frase que usava o tempo todo “aumente o seu aquário”. No exemplo ele dava a um voluntário várias bolinhas de isopor para ser colocado em um aquário pequeno, estas não cabiam. Depois dava outro aquário maior e aí sim as bolinhas cabiam. O que ele estava querendo dizer era para ampliarmos o espaço onde processamos o conhecimento. E não somente acumular o conhecimento.

@criativo3Terceiro: Thomas Edson inventor da lâmpada incandescente teve uma grande idéia. Maravilha né ? Mas o que realmente ninguém sabe é que ele teve duas mil idéias para tentar fazer o projeto dar certo. Questionado por um jornalista sobre seus “fracassos” ele respondeu que não eram fracassos, que era conhecimento, pois já sabia então duas mil maneiras de não fazer uma lâmpada.

Com estas três historinhas posso dizer uma coisa pra vocês sobre idéias:

  • Quanto mais você acumula informação mais possibilidade de solucionar um problema ou de ter idéias. Faça seus neurônios trabalharem e aprender mais e mais. Não se aprende só na escola. Para aprender temos que observar, ouvir, ler, entender o mundo que nos cerca. Ser questionadores. Perguntar “por que”. Ser questionadores.
  • Não basta acumular informação, tem que ampliar o pensamento, olhar para todos os lados experimentando vários pontos de vista. Ampliar o seu aquário é abrir a mente. Conhecimento tem que circular. Informação não é pra ser guardada. É dando que se recebe. A roda tem que girar.
  • Para termos uma idéia é necessário usar o cérebro, muito, muito mesmo. Pensar e pensar. Ter uma idéia, ter a segunda, a terceira, a quarta e assim por diante. E só então escolhemos a melhor idéia das várias que tivemos.

Bem, aí estão as três primeiras dicas. A partir do próximo domingo vamos falar de idéias e vou te sugerir idéias. Vamos ter idéias juntos. Esse será nosso exercício.

E isso servirá para que? Para você empreender, para você criar projetos, eventos, planejar sua carreira, criar seu diferencial.