3 PONTOS PRINCIPAIS NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

Meninas e Meninos,

IMG_8074Como prometido no Periscope segue algumas considerações sobre eventos. Abaixo identifiquei três pontos mais importantes que darão início e continuidade a toda projeção e organização.

🙂  –  01 – Toda organização de evento começa com a definição e avaliação do público alvo. É a partir dessa definição e análise que tudo será projetado. Material gráfico, local, formato, conteúdo, decoração, atrações culturais e recreativas, alimentação, cores etc.

🙂  – 02 – Siga os mesmos passos da elaboração do projeto para pensar no seu evento. Muita gente acha que para realizar um evento não há necessidade de escrever também um projeto, mas há sim. O projeto é o documento que dá o norte para a realização do mesmo. Recursos humanos, recursos materiais, logística, recursos financeiros, cronograma, stakeholders etc estarão descritos. Escreva o documento (projeto) do seu evento.

🙂 – 03 –  Pesquise cada ítem e tente criar o maior diferencial possível. Eventos existem aos milhares, idéias também. Coisas interessantes não estão faltando. Então você tem que pesquisar, pensar e encantar. E lembrar sempre que o “diabo” mora nos detalhes. É nessa hora que você pode encantar. Os mínimos detalhes, os “amenities”, a exclusividade.

E hoje são estas. Mas teremos muito mais para falar sobre eventos. QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

Gostou? Comente, curta e compartilhe. Vamos fazer circular informação. Namastê

FINAL DE SEMANA DE EVENTOS E AGITAÇÃO. MAS SERIA O MESMO COM CHUVA???

Meninas e Meninos,

1309263913550Hoje é um lindo dia de sol, um lindo domingo e praticamente o último dia das férias de muita gente por aí. E neste final de semana aconteceram milhares de eventos no Brasil e no mundo. Centenas em todo o Brasil com certo destaque. E dezenas muito bombados, com muita gente e repercusão.

Sabado a noite no Rio um evento do mundo da moda mobilizou centenas de pessoas do eixo Rio-SP mas também de outros lugares do país e do mundo. Hoje aconteceu uma meia maratona com muita gente participando. Variadas feiras de negócios estão sendo montadas por aí. Festas de aniversário, batizados, confraternização, excursões, palestras, cursos etc etc etc. Mas… e se chovesse???

Pois é, em uma dezena desses eventos que tenho acompanhado nas redes sociais foi tudo lindo. Eventos pra muita gente, cheios de detalhes na organização, produção impecável. Mas tudo daria o dobro do trabalho e muitos gastos extras ou diminuição de recursos caso o final de semana tivesse sido chuvoso.

Por isso, só como um pensamento, uma dica, uma provocação: Você quando planeja seus eventos planeja também o plano B, C e D? Tem saída ou cartas na manga no caso de chuva? Se tem feito isso, parabéns. Se não conta com isso, cuidado…. no tempo não mandamos e ele será sempre um parceiro, chova ou faça sol. Porque até o sol demais pode atrapalhar.

beijos e um ótimo fim de domingo, (ensolarado aqui em São Paulo).

05 DICAS PARA CRIAR UMA FEIRA DE NEGÓCIOS

IMG_4901

As feiras de negócios, ou comerciais, são ações de mercado com o objetivo de promover uma idéia, criar intercâmbio, aumentar carteira de clientes ou vender.

As feiras podem ser divididas ou identificas por:

– Localização: nacional, regional, estadual, internacional

– Seguimento de atividade

– Função: apresentar novos produtos, agregar conhecimento, vender, relacionamento com clientes.

As feiras podem acontecer uma única vez ou ter edições anuais ou bienais. Acontecem:

*sozinhas – a feira como evento principal e que pode ou não ter algum evento paralelo como rodada de negócios, seminário, cursos etc.

*como atividade paralela agregadora – em um evento técnico ou comemorativo. Um seminário, congresso, festival.

Os formatos de uma feira podem variar de acordo com o objetivo. Podem ser construídos estandes iguais e estes comercializados. Venda de espaços por metro quadrado e de acordo com o poder aquisitivo de cada participante cada um compra o tamanho que quer e o constrói e organiza como achar mais conveniente.

Existem regras básicas de marketing que devem ser seguidas tanto para organizar um evento nesse formato quanto para participar como expositor.

Ao ter a idéia de uma feira para o seu seguimento de negócio é importante antes de tudo planejamento e também a criação de um projeto. Deixo aqui 05 dicas para serem seguidas:

1) Pesquise no mercado nacional e internacional se já existe feiras que acontecem no seu setor. Às vezes temos uma idéia que parece inédita e aí na pesquisa descobrimos que alguém já está fazendo. Liste todas com o maior número de informações.Liste até aquelas tenham formato diferente do que você está pensando. Crie apontamentos sobre época, assuntos debatidos, público participante, relevância do evento e outras informações que possa depois usar como parâmetro para elaborar o seu evento.

2) Defina claramente qual o objetivo do evento e o seu conteúdo. Você pode criar uma feira onde o principal objetivo são as rodadas de negócios. Você pode criar uma feira onde o objetivo é vender. Ou uma onde o objetivo é apresentar novidades. Defina o que quer exatamente, pois isso influenciará no seu público alvo.

3) Escolha o formato e porte. Se você está começando e nunca fez pode optar, por variadas razões, em fazer um evento pequeno. Mas, pequeno ou grande, terá que definir se o evento terá estandes (ou até barracas padronizadas) do mesmo tamanho ou se vai optar por um sistema de montagem a partir do espaço comprado pelo participante. Essas definições irão influenciar no orçamento e este consequentemente influenciará nos valores de participação.

4) Estabeleça parcerias e apoio com entidades, empresas e pessoas importantes do setor. Definitivamente uma feira de negócios precisa de parceiros. Parceiros que certifiquem a importância da sua feira, que tragam credibilidade e que ajudem na divulgação no meio. Parcerias e apoio das entidades representativas da classe são as mais importantes. Crie sua rede de parcerias antes de tudo.

5) Elabore o projeto. Em qualquer evento a ser executado é muito importante criar um planejamento com custos e cronograma. Um projeto bem construído evita gastos desnecessários e auxiliar na execução de acordo com o esperado.

Mercado e oportunidades para a criação de feiras no setor da cultura, economia criativa, sociais e afins é gigante. Existem poucas ações neste sentido, inclusive internacionalmente. E aí…que tal pensar em algo interessante e criar a sua feira?

Gostou? Curta e comente. E principalmente compartilhe com todos. Conhecimento deve sempre circular.