APROVEITE O PRONATEC DA CULTURA

image

Pronatec Cultura: passo a passo para gestores públicos

Está aberto o processo de abertura de vagas para o Pronatec Cultura deste ano. O número de vagas será estabelecido a partir da demanda de secretarias municipais e/ou estaduais de cultura, ou órgão equivalente – apresentada ao Ministério da Cultura (MinC), por meio de sua Secretaria de Formação Artística e Cultural (Sefac).

Confira abaixo os procedimentos necessários.

Como aderir ao Pronatec Cultura?
As secretarias de Cultura ou os órgãos responsáveis pelas políticas públicas culturais de estados e municípios contatam o MinC pelo endereço eletrônico pronatec.cultura@cultura.gov.br, manifestando sua intenção em participar do Pronatec Cultura. 

Como solicitar vagas?
Os órgãos interessados receberão por e-mail uma planilha de mapeamento de demanda, na qual deverão informar e justificar quantas vagas e quais dos cursos disponíveis desejam ofertar em sua região. Confira aqui a lista dos 75 cursos ofertados nesta edição do Pronatec Cultura. Mais informações estão disponíveis no site do programa, dentro do Guia de Cursos de Formação Inicial e Continuada (Guia Pronatec de Cursos FIC) e do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.

Quem oferta os cursos?
O ofertante é a unidade educacional cadastrada no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) e habilitada pelo MEC para realizar os cursos do Pronatec Cultura. São ofertantes do Pronatec: os Institutos Federais, o Sistema S e as escolas técnicas municipais e estaduais. Se em sua região existe fundação de cultura que oferte cursos técnicos, entre em contato com o MinC pelo emailpronatec.cultura@cultura.gov.br para verificar a possibilidade de cadastramento dessa instituição.

Homologação de vagas 
Baseada nas demandas de todo país, o Ministério da Educação (MEC) pactua com as unidades ofertantes a quantidade de vagas que poderão ser abertas. O resultado será publicado nas páginas do Sistec e do MinC.

Pré-matrículas e matrículas
Definido o número de vagas disponíveis, os órgãos responsáveis pelas políticas públicas culturais de estados e municípios terão preferência sobre as vagas que solicitaram. Os órgãos terão quatro dias exclusivos para realizar as pré-matrículas nestas vagas. Depois desse prazo, as vagas serão compartilhadas com outros demandantes e, caso ainda não tenha sido preenchidas, são abertas as inscrições on-line no site do Pronatec. 

Sobre o Pronatec 
O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é um programa do Governo Federal, coordenado pelo MEC, cujo objetivo é expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país. O MinC é responsável pelo Pronatec Cultura, modalidade que, desde 2013, já ofertou  50.341 vagas em cursos técnicos na área cultural em todo Brasil.

Mais informações
Além do site Pronatec e do MEC, mais informações podem ser obtidas com a Sefac/MinC pelo email pronatec.cultura@cultura.gov.br  ou pelo telefone (61) 2024-2275. 

FONTE: material publicada pela Secretaria de Formação Artística e Cultural – Ministério da Cultura – no site: http://www.cultura.Gov.br

 

PROJETO DE LEI PARA REGULAMENTAR A LEI ROUANET

download (18)A Lei Rouanet está mesmo dando o que falar. Por essas e por outras que muito deputado começa a olhar mais para a cultura, o que para os trabalhadores do setor, isso bom. Mas será que, assim como as matérias plantadas na mídia, a criação de novas leis não tem apenas motivos politiqueiros?

Neste movimento que o deputado federal Benjamin Maranhão (SD) apresentou nesta quarta-feira (24), no Congresso, Projeto de Lei (Nº 4526/2016) para proibir a captação de recursos a eventos culturais que gerem lucro, através da Lei Rouanet. O objetivo é garantir a democratização de acesso ao incentivo criado pelo Governo em 1991 para estimular a produção cultural nacional.

Você pode aqui ouvir meu podcast onde falo sobre O QUE É A LEI ROUANET.

É preciso entender o que é a lei, como funciona, quais os benefícios e beneficiados. Vejo como muito negativo as matérias aos montes falando da Claudia Leite como se a lei se resumisse a isso ou que estes tipos de projetos. Não, isso não é verdade.São mais de 3 mil projetos, em todo o Brasil sendo aprovados anualmente e menos de 10% com figuras como a “Claudinha”. Mas, se olharmos o outro lado, talvez seja uma oportunidade para discutir, na grande mídia, como funciona e quais são as necessidades da cultura. E principalmente, a votação e a criação de leis que vão ajudar a melhorar esse cenário.

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) apresentou o Projeto de Lei (Nº 4526/2016) para proibir a captação de recursos a eventos culturais que gerem lucro, através da Lei Rouanet. O objetivo é garantir a democratização de acesso ao incentivo criado pelo Governo em 1991 para estimular a produção cultural nacional. Ele sugere que seja acrescido o inciso 4º ao artigo 2º da Lei Rouanet, vedando a concessão do benefício aos projetos com essas características. Segundo ele “Não podemos acreditar que artistas consagrados, que arrastam multidões e faturam milhões, precisem da lei de incentivo à cultura. Esse instrumento deve ser utilizado para promover projetos que necessitem de estímulo para acontecerem e que possam, de fato, contribuir com a propagação da arte e da cultura do nosso povo”.

A lei é sim para todos e não vejo problema, legal, que a Claudia Leite tenha aprovado um projeto. O problema talvez seja moral, mas para isso serão anos de educação pela frente, outra história. Mas não podemos esquecer que ela não é a única, que o valor era baixo e que nem tinha captado. Agora então já cancelou, pronto. Mas pela lei já passaram Zeca Pagodinho, Cirque du Soleil, Zélia Duncam, Fernanda Montenegro e tantos outros atores globais. A lei é para todos e por isso estão em seu direito. O que precisa é de regulamentação. Regulamentação agora proposta pelo deputado Benjamin Maranhão.

A única questão que devemos pensar, discutir e acompanhar é “como será a avaliação do GERAR LUCRO? “. Tudo na cultura é muito subjetivo e sem condições de métricas pré estabelecidas. Existem projetos caríssimos e de grande valor cultural, que necessitam de apoio do governo, é assim em todo o mundo. Mesmo que cobrem ingresso. Esse é o caso de praticamente todos os museus do mundo.  Para muitos, fazer algo gratuito a principio, pode ser bom como marketing e num futuro ser usado como gerador de receita, veja marketing com dinheiro público.

Ficam então as perguntas: Como serão estas avaliações? A própria Claudia Leite poderia então entrar com um projeto onde não cobrasse nada? A lei será só pra quem é pobre e não tem dinheiro?  Uma pessoa famosa não poderá apresentar projetos? Isso não é violar a constituição quando excluímos se pobres ou ricos? E ainda assim, qual a métrica para definir isso? Talvez, não seria melhor aprovar algo, que está sendo proposto há anos, onde a grande diferença está no tamanho das porcentagens? Onde as Claudias Leites poderiam participar, mas por pontuação, levando em conta N fatores, seria aprovada mas a empresa teria somente 10 ou 20% de desconto, enquanto um cantor que estivesse em início de carreira tivesse 100%?

Enfim, as discussões sobre a cultura não começaram agora, há mais de 12 anos tem muita gente discutindo seriamente todas as nuances, caminhos e “se” deste setor tão importante para o desenvolvimento de um país. Estamos caminhando, um dia de cada vez. Mas muito já se andou. Poderia inclusive sugerir aos jornalistas e deputados de plantão que fizessem uma pesquisa sobre o Plano Nacional de Cultura.

Gostou? Curta e comente. E principalmente COMPARTILHE, conhecimento tem que circular.

FURNAS ABRE EDITAL DE OCUPAÇÃO 2016/17

P_20151209_145256_1_HDR_pEstão abertas as inscrições para o Edital de Ocupação dos Ambientes do Espaço Furnas Cultural 2016/2017
Furnas Centrais Elétricas S.A. comunica que receberá no período de 04 de janeiro de 2016 a 12 de fevereiro de 2016 projetos culturais destinados à ocupação dos ambientes do Espaço Furnas Cultural, localizado na sede da Empresa, na cidade do Rio de Janeiro – RJ, no bairro de Botafogo, para formação de sua programação de 2016 e 2017.
Furnas disponibilizará um investimento de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) de recursos próprios, para projetos apresentados nas seguintes áreas artísticas:

– Artes Visuais (Exposição)
– Artes Cênicas (Teatro adulto e infantil)
– Música (Erudita ou Popular)

Você pode acessar aqui para saber mais sobre como participar.

E não se esqueça de curtir, de compartilhar e de comentar. Conhecimento e informação tem que circular. 🙂

A PARTIR DO DIA 11, SEMINÁRIO DE POLÍTICAS CULTURAIS RECEBE TRABALHOS

P_20151209_145256_1_HDR_pE mais uma vez este ano, você que é pesquisador da área cultural, que trabalha com políticas públicas pode enviar seus trabalhos para o VII Seminário Internacional de Políticas Públicas promovido pela Fundação Casa Rui Barbosa. A partir de 11/01. Veja agora como participar:

“O setor de Pesquisa de Políticas Culturais da Fundação Casa de Rui Barbosa comunica que, entre os dias 11 de janeiro e 15 de fevereiro de 2016, receberá propostas para apresentação de trabalhos no VII Seminário Internacional de Políticas Culturais*. Serão aceitos somente trabalhos que tenham como foco a área de políticas culturais. O objetivo é a apresentação e discussão de estudos que promovam a reflexão e o debate entre estudantes, pesquisadores, professores e demais profissionais que atuem ou tenham interesse na área de políticas culturais.

Poderão submeter trabalhos estudantes de mestrado e doutorado, mestres, doutores, gestores e professores de instituições de nível superior que tenham como foco a área de políticas culturais.

As inscrições serão aceitas mediante o envio do texto completo, que deverá ter entre 10 e 15 laudas (incluindo bibliografia). Os textos deverão ser enviados de acordo com as normas da ABNT, em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 e estar no formato .doc. O arquivo deverá conter o nome do autor (ou do 1º, quando houver mais de um).

Na primeira página do texto, devem constar os seguintes itens: título do artigo centralizado, em caixa-alta e em negrito; nome completo do(s) autor(es), alinhados à direita, indicando em nota de rodapé o grau de formação, vínculos institucionais e e-mail; resumo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas, com espaçamento simples; e 3 (três) a 5 (cinco) palavras-chave. Serão aceitos artigos em português e espanhol.

O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do(s) autor(es). Cada pesquisador poderá ser autor em um trabalho, podendo ser coautor em apenas mais um. Os trabalhos poderão ter, no máximo, 1 (um) autor e 2 (dois) coautores. Os trabalhos deverão ser enviados dentro do prazo estabelecido e só serão publicados nos anais se forem apresentados durante o seminário.

O envio do trabalho deverá ser feito exclusivamente por e-mail, para o endereçopolítica.cultural@rb.gov.br, constando em assunto “Submissão de artigo”. As inscrições são gratuitas.

*O VI Seminário Internacional de Políticas Culturais será nos dias 17, 18, 19 e 20 de maio de 2016.

Informações e texto do site: Fundação Casa Rui Barbosa

07 chamadas públicas para o evento EMERGÊNCIAS

(Via Minc)

image

De 7 a 13 de dezembro, o Ministério da Cultura (MinC) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) realizarão, no Rio de Janeiro, o Emergências, evento que reunirá representantes de diversos países para o debate de propostas e experiências diante dos desafios sociais e políticos do século XXI.

Para intensificar a participação social no evento, a Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultura (SCDC) do MinC irá lançar diversas chamadas públicas. Três já estão valendo: apoio para a compra de passagens internacionais, inscrição de voluntários e cadastramento de pontos de hospedagem solidária.

Os representantes de iniciativas ibero-americanas que queiram ter o apoio financeiro na compra de passagens aéreas deverão se inscrever até o dia 16 de novembro. Para os interessados em trabalhar no evento de forma voluntária, o prazo é até 20 de novembro. Já os moradores do RJ que possuam espaços disponíveis na cidade e que possam oferecer hospedagem de forma gratuita têm até 30 de novembro para se inscrever.

Nos próximos dias, serão lançadas chamadas para que interessados possam enviar propostas de programação (encontros, oficinas, mostras, exposição, etc), para apresentações artísticas e para percursos na capital carioca. O resultado de cada uma delas será divulgado até uma semana depois do encerramento das inscrições.

A grade de atividades contará com workshops, oficinas, círculos de diálogos, encontro de redes e movimentos, shows e intervenções artísticas. O evento reunirá artistas, pensadores, ativistas e cientistas de todo o mundo.

Confira as Chamadas:

Passagens Internacionais:

Para apoiar a participação de representantes de iniciativas culturais ibero-americanas, o programa IberCultura Viva lança a Convocatória Emergências. Vinte pessoas de países ibero-americanos serão contempladas com passagens aéreas para o Rio de Janeiro. As inscrições vão até o dia 16 de novembro.

Colaboradores:

Estão abertas 30 vagas para os interessados em integrar a construção do Emergências de forma voluntária nas equipes de produção e comunicação. As inscrições vão até o dia 20 de novembro.

Hospedagem Solidária:

Com a finalidade de mapear espaços disponíveis em receber agentes culturais, jornalistas, artistas, produtores, comunicadores e ativistas de todo o mundo, a Chamada de Hospedagem Solidária se destina para aqueles que possuem espaços disponíveis e interesse em receber tais agentes. As inscrições vão até o dia 30 de novembro.

Veja neste link todas as chamadas públicas.

QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

Gostou? Curta, compartilhe e divulgue. Informação tem que ser circular. 😉

INTELIGÊNCIA NA ELABORAÇÃO E GESTÃO EM PROJETOS – CURSO PRESENCIAL EM JANEIRO DE 2016

Você que queria muito meu curso presencial olha ele aí. Dias 16 e 17 de janeiro, em São Paulo nós poderemos nos encontrar e falar sobre a INTELIGÊNCIA NA ELABORAÇÃO E GESTÃO DE PROJETOS. Essa é minha primeira agenda para o ano de 2016 e quero te ver por lá.

12187673_10154386991478712_7530135820567049477_nFalaremos sobre:

  • Escolher a ideia,
  • Construir o esboço,
  • Utilizar o MÉTODO**
  • Escrever o projeto
  • Leis de incentivo e editais
  • Plano de Mídia
  • Captação de recursos
  • Execução/ Gestão
  • Finalização
  • Prestação de contas
  • Extras

Um curso imperdível para quem quer realmente aprender a fazer projetos reais, factíveis, criativos e inteligentes. Um curso para quem não quer só escrever e aprovar projetos mas que quer executar, captar e realizar o que está proposto.

No curso, além de me basear pelas técnicas do PMI (Um instituto que pesquisa e define parâmetros para o gerenciamento de projetos), utilizo também o modelo de construção do Canvas que é aquele famoso construtor de idéias que trabalha como os post-its.

Agora o mais legal que tenho pra te oferecer é o meu MODELO exclusivo de construção de projetos onde você realmente fixa o conteúdo e aprende na prática como fazer.

Para todos os que se inscreverem tenho 04 bônus:

  1. *Kit de planilhas e modelos para construir seus projetos.
  2. *Agenda de editais para 2016
  3. *E-Book – Divulgando projetos e eventos nas redes sociais.
  4. *Vídeo exclusivo: “Crowndfunding

E ainda um quinto bônus SURPRESA mas muito útil para o produtor cultural e de eventos.

TÓPICOS:

O que é um projeto – DA IDÉIA À EXECUÇÃO – Pesquisa de mercado – ESCOLHENDO O PROJETO – Justificativa – OBJETIVOS – Etapas de um projeto – GESTÃO DE PESSOAS – Gestão de materiais – LOGÍSTICA –  Gestão de riscos – GESTÃO DE RECURSOS FINANCEIROS –  Estrutura de trabalho – PLANILHAS – Indicadores de desempenho – PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO – Plano de Mídia – CAPTAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS – Contratações – LEIS E LICENÇAS – No papel – ADEQUAÇÃO À LEIS DE INCENTIVO, EDITAIS, EMENDAS E OUTROS – Execução e gestão – AVALIAÇÃO – Diversos.

Então se você é da área de projetos, eventos, cultura, entidades sociais, comunicação, marketing, produção, artes etc se inscreva agora para receber as informações completas desse curso:  faça aqui sua inscrição. Para todos os que se inscreverem até o dia 15 de dezembro o desconto será de 20% do valor total. Acompanhe as informações.

Compartilhe com seus amigos. 😉

MINISTERIO DA CULTURA ABRE EDITAL PARA INTERCÂBIO CULTURAL – APROVEITE JÁ.

do site: http://www.cultura.gov.br/
@ - CopiaArtistas, técnicos, gestores culturais, empreendedores criativos, mestres dos saberes e fazeres populares ou tradicionais e estudiosos da cultura, individuais ou em grupo, podem obter apoio do Ministério da Cultura para participar de eventos, festivais, cursos, produções, pesquisas, residências, feiras de negócios e outras atividades culturais, no Brasil ou no exterior. Estão abertas as inscrições para o Edital de Intercâmbio 2015.
A edição de hoje, dia 31 de julho, do Diário Oficial da União, traz o Edital de Intercâmbio 2015, publicado pelo MinC, por meio de sua Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), que irá investir um total de R$ 2,6 milhões do Fundo Nacional de Cultura na difusão artística.
As inscrições, que são realizadas exclusivamente via sistema SalicWeb, podem ser feitas até o dia 16 de setembro, para viagens que ocorram a partir de 10 de novembro deste ano, ou até 8 de outubro, para viagens a partir de 15 de dezembro também de 2015. Para apresentar o edital, o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Carlos Paiva, vai conduzir um hangout, chat via videoconferência, no dia 3 de agosto, às 16 horas, com transmissão via site e redes sociais do MinC. A Sefic irá disponibilizar um guia com orientações para inscrição de propostas.
O objetivo do edital é promover a difusão e o intercâmbio nas diversas áreas e linguagens artístico-culturais, a disseminação dos saberes populares e tradicionais, bem como a capacitação técnica, promovendo a multiplicação cultural para o Brasil.
Para qualificar a seleção, algumas alterações foram efetivadas no edital, facilitando a participação do proponente. Uma mudança bastante importante está no modo de determinar as datas das viagens: antes, elas deveriam estar inseridas em determinado intervalo de tempo, com início e fim; agora, elas podem ser agendadas a partir de uma data, sem prazo final, viabilizando um melhor planejamento das atividades futuras dos agentes culturais brasileiros.
No caso de viagens nacionais, o valor do apoio financeiro varia conforme a origem e o destino do participante, com aportes individuais que vão de R$ 800 a R$ 2,5 mil. Já nas viagens internacionais, os valores se baseiam no continente de destino, iniciando com apoio individual de R$ 2,5 mil para a América do Sul e chegando até R$ 6 mil, para a Ásia. Para originários de estados da Amazônia Legal, são acrescidos R$ 500 nesses valores. Além disso, os selecionados que forem realizar residências ou cursos com duração superior a 30 dias, terão auxílio adicional (R$ 1 mil para cada mês no Brasil; R$ 2 mil para cada mês no exterior, ambos com limite de três meses). Assim, o valor total concedido será calculado pela quantidade de integrantes do projeto multiplicada pelos valores determinados, com teto de R$ 40 mil por grupo em viagens dentro do Brasil e de R$ 60 mil para o exterior.
Como contrapartida social, os beneficiários deverão realizar, no retorno da viagem, atividades públicas gratuitas relacionadas ao objeto da proposta, como oficinas, palestras, cursos, seminários e apresentações, para potencializar a propagação das experiências adquiridas no processo de intercâmbio.

Critérios de Seleção

A análise das propostas será feita com base na trajetória artístico-cultural dos candidatos; no reconhecimento da instituição ou evento desejado, para além de seu tempo de existência; no alcance da contrapartida; e na relevância da ação a ser realizada e seus desdobramentos. Pontos extras serão acrescentados com base na origem das propostas, valorizando estados com menos histórico de demanda nos anos anteriores, a fim de minimizar desigualdades e promover a descentralização das ações culturais. Também terão pontos a mais as propostas com destino para -ou originadas do – interior dos estados brasileiros; as apresentadas por integrantes de povos e comunidades tradicionais; e as viagens ao exterior que se destinarem a países considerados prioritários segundo a política cultural e internacional brasileira: os da América Latina, do Caribe e aqueles que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Prazo para as inscrições

Inscrições até o dia Para viagens a serem realizadas a partir do dia
16 de setembro 10 de novembro
8 de outubro 15 de dezembro
fonte copiada do site do MINC – Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura
Ministério da Cultura

Zé Guilherme canta Orlando Silva e te convida a participar deste projeto

ZG_108O cantor Zé Guilherme está com projeto musical novo. Em breve o artista cearense, radicado em São Paulo, estará no mercado com o  terceiro CD da carreira. Trata-se de uma obra em homenagem ao grande Orlando Silva, um dos mais significativos intérpretes da música popular brasileira que comemora este ano seu centenário. Zé Guilherme promete uma releitura delicada e pessoal do repertório do Cantor das Multidões, apresentando-o de forma autêntica e contemporânea nesta justa e merecida reverência.

Através de um pré-lançamento exclusivo junto à Kickante, você pode adquirir esta homenagem antes de todos!  Participe e seja parte deste projeto.

Zé Guilherme apresenta 18 canções que foram selecionadas em um longo processo pessoal de pesquisa sobre a história e o repertorio de Orlando Silva.

A produção musical do disco está sob responsabilidade do músico, arranjador e produtor musical Cezinha Oliveira, que inseriu elementos clássicos nos arranjos, como piano, baixo acústico, acordeon, trombone e violão de sete cordas, para dar requinte à sonoridade das músicas, sem cair no saudosismo. Abre a Janela foi concebido com base no tripé interpretação, arranjos e composições, e mostra que a chamada “música antiga” do Brasil pode se manter clássica em sua origem, popular em sua apresentação e sofisticada em sua concepção.

O repertório de Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva é formado pelas seguintes canções:

“Alegria” (Assis Valente e Durval Maia) – 1937

“Abre a Janela” (Roberto Roberti e Arlindo Marques Jr.) – 1938

“Cidade Brinquedo” (Silvino Neto e Plínio Bretas) – 1939

“Malmequer” (Newton Teixeira e Cristovão de Alencar) – 1940

“A Jardineira” (Benedito Lacerda e Humberto Porto) – 1938

“A Primeira Vez” (Alcebíades Barcelos e Armando Marçal) – 1940

“Pela Primeira Vez” (Noel Rosa e Cristovão de Alencar) – 1936

“Curare” (Alberto Simões – Bororó) – 1940

“Dama do Cabaré” (Noel Rosa) – 1936

“Lábios Que Eu Beijei” (J. Cascata e Leonel Azevedo) – 1937

“Preconceito” (Marino Pinto e Wilson Batista) – 1941

“Aos Pés da Cruz” (Marino Pinto e José Gonçalves) – 1942

“O Homem Sem Mulher Não Vale Nada” (Arlindo Marques Jr. e R. Roberti) – 1939

“Meu Consolo É Você” (Nássara e Roberto Martins) – 1938

“Lealdade” (Wilson Batista e Jorge de Castro) – 1942

“Meu Romance” (J. Cascata) – 1938

“Cidade do Arranha Céu” (Edgard Cardoso, Ranchinho e Alvarenga) – 1936

“Faixa de Cetim” (Ary Barroso) – 1942

Zé Guilherme

Cearense de Juazeiro do Norte, Zé Guilherme já demonstrava em seu primeiro CD,Recipiente (2001), que aliava um repertório criterioso à sua voz precisa e refinada, moldada por uma interpretação marcante e forte presença de palco. Em 2006, lançou o segundo disco, Tempo ao Tempo, que registrou a maturidade do artista e a forte influência que a metrópole exerce sobre aqueles que vêm de terras interioranas. Suas raízes cearenses se misturam “ao som e ao sabor de cada minuto vivido na metrópole paulistana com sua rica e diversificada produção que reflete os mais distintos matizes e origens”, como o próprio explica.

Recompensas a partir de 25 reais. Acesse já, participe e nos ajude a divulgar:

http://www.kickante.com.br/campanhas/ze-guilherme-canta-orlando-silva-e-te-convida

TIRE DA GAVETA SEUS PROJETOS PARA 2015

imagesJá pensou e já fez seu planejamento de trabalho e de conquistas para 2015????? Então tá na hora de parar para pensar nisso. Sábado dia 13 de dezembro de 2014, no THE BARD, das 9 às 12 horas você irá fazer comigo esse exercício. (www.thebard.com.br)

“Nietzsche declarou: “E se você olhar por muito tempo em um abismo, o abismo olha também para dentro de você.”

Pare de olhar o abismo e comece a construir o futuro que você deseja. Quantas vezes você viu algum projeto ou empreendimento despontar e começar a ser sucesso e falou “poxa, eu já tinha pensado nisso!”? Quantas vezes você viu uma pessoa conquistando um objetivo e pensou “poxa eu também poderia, mas tento e não consigo”? Isso acontece com muita gente, principalmente os que criam em suas mentes ideias de projetos, soluções para diversos problemas ou necessidades, coisas criativas. Mas ficam no universo das ideias e não passam dos sonhos. É necessário colocar em prática estes sonhos para não correr o risco de “perder” sua ideia. Não importa se você no meio do caminho terá que refazer prazos ou não, se terá os recursos ou não, mas o planejamento, o projeto, te deixará mais próximo do objetivo. Jung com seus arquétipos e teorias dizia que o inconsciente coletivo é algo comum entre todos. Esse inconsciente é como se fosse um banco de dados do universo e é dele que vêm nossas ideias. Nossas ideias são fruto da assimilação das necessidades, possibilidades, oportunidades e outros, com as ferramentas que possuímos. Enfim, é como se cada um colocasse no liquidificador seu conteúdo e o conteúdo externo, batesse e fizesse uma vitamina, essa é a ideia. Mas assim como você, outras pessoas podem ter quase os mesmos ingredientes, e é aí que projetos parecidos nascem. Portanto, faça já.

Essa palestra tem o objetivo de orientar e fazer com você um exercício de avaliação pessoal e definição, no papel dos seus objetivos e ações para 2015. Na área pessoal, profissional, da sua saúde, familiar, amorosa e por aí vai. Você vai construir comigo uma agenda para o próximo ano e assim definir melhor o seu caminho. “Quem não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”

Te espero por lá.

Consulte por email, mariliadelima@gmail.com, este curso agora em dezembro via online para você participar de qualquer parte do mundo.

Invista em Conhecimento, veja nossa agenda para dezembro de 2014

Conhecimento quanto mais se tem, mais se quer ter. Conhecimento é a chave do sucesso, do crescimento pessoal. Conhecimento te ajuda a ser mais criativo, mais proativo e mais empreendedor.

Veja agora os cursos que preparei pra você para finalizar este ano maravilhoso de 2014.

AGENDA DEZEMBRO 2014

Curso: Inteligência na Elaboração e Gestão de Projetos

Online – investimento R$ 360,00 – 01 dez a 28 fevereiro – 24 h

Presencial – investimento R$ 360,00 – 15, 16 e 17 dezembro – 9 h

Passo a passo da elaboração • baseado nas técnicas do PMI• Gestão do Projeto• Planilhas de controle• Leis de Incentivo• Captação de Recursos• Plano de Mídia• Prestação de contas • E muito mais conteúdo para elaborar seus projetos.

E mais…

Palestra: etiqueta inteligente

Gratuito -1 hora – 03 dezembro –  online

Workshop: Tire seus projetos da gaveta em 2015

R$ 80,00 – 3 horas

04 dez – online só para convidados- Brasil

06 dez –  presencial aberto – Caxambu MG

13 dez – presencial aberto – São Paulo SP

Curso: Como Participar com Inteligência nas Feiras de Negócios

R$ 400,00-8 horas – 11 dezembro – presencial – São Paulo SP

Descontos especiais para grupos. Desconto de 30% para estudantes. Promoções na nossa fampage do Facebook semanalmente.  Fique ligado.

Invista em você, invista em conhecimento.

divulgação dos cursos