MINISTERIO DA CULTURA ABRE EDITAL PARA INTERCÂBIO CULTURAL – APROVEITE JÁ.

do site: http://www.cultura.gov.br/
@ - CopiaArtistas, técnicos, gestores culturais, empreendedores criativos, mestres dos saberes e fazeres populares ou tradicionais e estudiosos da cultura, individuais ou em grupo, podem obter apoio do Ministério da Cultura para participar de eventos, festivais, cursos, produções, pesquisas, residências, feiras de negócios e outras atividades culturais, no Brasil ou no exterior. Estão abertas as inscrições para o Edital de Intercâmbio 2015.
A edição de hoje, dia 31 de julho, do Diário Oficial da União, traz o Edital de Intercâmbio 2015, publicado pelo MinC, por meio de sua Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), que irá investir um total de R$ 2,6 milhões do Fundo Nacional de Cultura na difusão artística.
As inscrições, que são realizadas exclusivamente via sistema SalicWeb, podem ser feitas até o dia 16 de setembro, para viagens que ocorram a partir de 10 de novembro deste ano, ou até 8 de outubro, para viagens a partir de 15 de dezembro também de 2015. Para apresentar o edital, o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Carlos Paiva, vai conduzir um hangout, chat via videoconferência, no dia 3 de agosto, às 16 horas, com transmissão via site e redes sociais do MinC. A Sefic irá disponibilizar um guia com orientações para inscrição de propostas.
O objetivo do edital é promover a difusão e o intercâmbio nas diversas áreas e linguagens artístico-culturais, a disseminação dos saberes populares e tradicionais, bem como a capacitação técnica, promovendo a multiplicação cultural para o Brasil.
Para qualificar a seleção, algumas alterações foram efetivadas no edital, facilitando a participação do proponente. Uma mudança bastante importante está no modo de determinar as datas das viagens: antes, elas deveriam estar inseridas em determinado intervalo de tempo, com início e fim; agora, elas podem ser agendadas a partir de uma data, sem prazo final, viabilizando um melhor planejamento das atividades futuras dos agentes culturais brasileiros.
No caso de viagens nacionais, o valor do apoio financeiro varia conforme a origem e o destino do participante, com aportes individuais que vão de R$ 800 a R$ 2,5 mil. Já nas viagens internacionais, os valores se baseiam no continente de destino, iniciando com apoio individual de R$ 2,5 mil para a América do Sul e chegando até R$ 6 mil, para a Ásia. Para originários de estados da Amazônia Legal, são acrescidos R$ 500 nesses valores. Além disso, os selecionados que forem realizar residências ou cursos com duração superior a 30 dias, terão auxílio adicional (R$ 1 mil para cada mês no Brasil; R$ 2 mil para cada mês no exterior, ambos com limite de três meses). Assim, o valor total concedido será calculado pela quantidade de integrantes do projeto multiplicada pelos valores determinados, com teto de R$ 40 mil por grupo em viagens dentro do Brasil e de R$ 60 mil para o exterior.
Como contrapartida social, os beneficiários deverão realizar, no retorno da viagem, atividades públicas gratuitas relacionadas ao objeto da proposta, como oficinas, palestras, cursos, seminários e apresentações, para potencializar a propagação das experiências adquiridas no processo de intercâmbio.

Critérios de Seleção

A análise das propostas será feita com base na trajetória artístico-cultural dos candidatos; no reconhecimento da instituição ou evento desejado, para além de seu tempo de existência; no alcance da contrapartida; e na relevância da ação a ser realizada e seus desdobramentos. Pontos extras serão acrescentados com base na origem das propostas, valorizando estados com menos histórico de demanda nos anos anteriores, a fim de minimizar desigualdades e promover a descentralização das ações culturais. Também terão pontos a mais as propostas com destino para -ou originadas do – interior dos estados brasileiros; as apresentadas por integrantes de povos e comunidades tradicionais; e as viagens ao exterior que se destinarem a países considerados prioritários segundo a política cultural e internacional brasileira: os da América Latina, do Caribe e aqueles que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Prazo para as inscrições

Inscrições até o dia Para viagens a serem realizadas a partir do dia
16 de setembro 10 de novembro
8 de outubro 15 de dezembro
fonte copiada do site do MINC – Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura
Ministério da Cultura

INTERCÂMBIO BRASIL E PORTUGAL COM CACILDA ESPÍNDOLA

@22Hoje é dia de entrevista e nossa convidada é Cacilda Espíndola. Cacilda é uma artista plástica brasileira radicada em Portugal há 07 anos. Seu trabalho permeia sempre pelo social, pela reciclagem, pelas cores. Cacilda é também designer de jóias e está finalizando seu curso na Cindor – Formação Profissional de Ourivesaria e Relojoaria em Gondomar, PT. Tem formação em Organização de Eventos no Brasil pela UNISA. É uma artista criativa que desenvolve um trabalho que transmite a sua vocação em participar do mundo de forma mais efetiva e construtiva.

@3

“Crack International Art Camp” -Dez 2014/ Jan 2015

Recentemente foi convidada para uma residência artística no “Crack International Art Camp” – em KushtiaBangladesh. O projeto é uma iniciativa por parte de alguns jovens ativistas de diferentes áreas culturais no país. Este é um projeto que começou com a liderança do artista Shawon Akand em associação com artista Delowar Hossain em 2007. Artistas de vários países da Ásia e Europa estiveram presentes.

@criativo3

Exposição ” Em partes” – 2014 – Maia – Portugal

O trabalho de Cacilda Espíndola, muitas vezes premiado, já esteve em exposições e catálogos no Brasil, Londres, Lisboa, Porto, EUA e outras cidades e países. Foi responsável pela produção de cenários para shows e eventos. Eventualmente trabalha como contato e/ou produtora cultural em projetos que envolvem Brasil e Portugal. E sempre está participando de alguma ação social onde, através das artes plásticas, cria belíssimos trabalhos com idosos, crianças, dependentes químicos e outros grupos.

Por este belo currículo e pela sua competência que a Lima Projetos e Eventos (da qual sou sócia) fechou uma parceria com ela. A intenção deste trabalho em conjunto é levar artistas do Brasil para Portugal. Artistas de todas as áreas como artes plásticas, literatura, música, teatro etc. Cacilda será uma representante da produtora. Ela também já de dispões a participar e auxiliar na criação da nossa REDE COLABORATIVA DE PRODUÇÃO (veja toda quinta matéria sobre esse assunto).

E agora vamos conversar um pouquinho com ela:

COMO FOI A DESCOBERTA DA SUA VOCAÇÃO DE ARTISTA PLÁSTICA?

@criativo2

Exposição – Brasil – Passando por Mudanças – acrílico sobre madeira – Cacilda Espíndola

Eu comecei a pintar com nove anos quando passei a freqüentar um atelier de pintura. Decidi trocar a dança pela pintura. Sempre fui fascinada pelas cores, texturas e materiais. Ver que a combinação destes fatores e a forma como eles podem ser sentidos e explorados plasticamente, criando uma imensa plataforma de recursos e possibilidades de serem mostrados, fizeram com a paixão se transformasse em amor. Foi um hobby com imensas descobertas. Fui então convidada para fazer parte de um atelier de pintura em seda e também a fazer minha primeira exposição. A partir daí comecei a aprofundar os meus estudos e o hobby virou uma profissão.

ATUALMENTE, MORANDO EM PORTUGAL VOCÊ ESTÁ FINALIZANDO UM CURSO DE JOALHERIA. COMO É O MERCADO DE DESINGERS DE JÓIAS EM PORTUGAL E NO BRASIL?

Penso que Portugal tem uma grande tradição e uma história muito rica na joalheria, mas passaram muito tempo agarrados a essa tradição. E tenho notado que eles estão mais abertos aos trabalhos contemporâneos com materiais diversificados. Os novos designers têm feito trabalhos muito diferenciados. No Brasil isso já acontece há mais tempo. A experimentação faz parte da nossa história, e a imensa variedade que temos de pedras e materiais nos fazem ter mais liberdade para criar joalheria com soluções mais criativas e apresentando resultados interessantes e surpreendentes. Quanto à comercialização tudo é fácil e é difícil, no Brasil ou em Portugal. O importante é não desistir e criar uma identidade única que o destaque neste grande e concorrido mercado.

@4

“Changes” – anel prata – 2012 – Cacilda Espíndola

VOCÊ TAMBÉM TRABALHA COM ARTES PLÁSTICAS LIGADA A PROJETOS SOCIAIS. QUAL A IMPORTÂNCIA DESSE TIPO DE AÇÃO?

Valorizar aqueles que de alguma forma acabam sendo excluídos para mim é muito importante. Uso a arte para tratar seus traumas e trazer novas perspectivas de saída para as duras realidades que vivem. A arte tem um papel muito maior do que a simples comercialização de produto ou serviço. A arte pode ir além do satisfazer o próprio ego através das nossas criações. Fazemos a arte pela arte. Arte não tem cerca, não é social e não precisa atender um mercado. Mas acho que ela gera resultados tão significativos que essa contribuição só agrega, tanto para a sociedade quanto para o próprio artista.

@criativo4

“With flowers/Com flores” – Necklace, Gold plated brass with painted fabric, 2014

VOCÊ JÁ FEZ UM CURSO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS. QUAL A PRINCIPAL DIFICULDADE NA ELABORAÇÃO E GESTÃO DE EVENTOS NA ÁREA CULTURAL?

Conhecer as leis que nos beneficiem conseguir bons espaços para mostrar o trabalho, fazer a gestão da carreira, estabelecer boas parcerias e ter incentivos para internacionalizar e tantas outras dificuldades são enfrentadas por nós artistas. A elaboração de eventos tem muito destas dificuldades. Seria prefeito se todos os artistas soubessem um pouco de como elaborar seus eventos e projetos. Isso encurta caminhos e diminui problemas.

COMO VOCÊ ACHA QUE UM INTERCÂMBIO DE PRODUÇÃO BRASIL / PORTUGAL PODERÁ AJUDAR OS ARTISTAS COM SEUS PROJETOS?

@2Esse intercâmbio ajudará abrindo novas possibilidades, estabelecendo sinergias e boas parcerias, aumentando a rede pessoal de networking, fomentando novas idéias, aumentando o crescimento pessoal e o conhecimento profissional. Fomentando possibilidades financeiramente viáveis para levar o trabalho do artista brasileiro para outros países, criando assim visibilidade internacional.

DEIXE SEUS CONTATOS 

https://www.facebook.com/cacildaespindolabrasil?fref=ts

cacildaespindola@hotmail.com

Gostou? Curta e comente. E principalmente: COMPARTILHE, conhecimento deve ser partilhado.