VOCÊ SABE COMO APROVEITAR UM FALSO NEGATIVO EM PROJETOS?

INTELIGENCIA__PROJETOS_EVENTOS_3Você sabia que o Viagra foi um falso negativo? Pois bem, no final dos anos 80 a Pfizer trabalhou nos testes de um medicamento para tratar de angina. Tudo ia bem até que nos testes com humanos a droga não deu resultado. A maioria desiste de projetos assim que nos resultados ocorra fracasso. Mas, ao olhar diferente, ao estudar os efeitos colaterais, um novo medicamento, com um sucesso de público e bilheteria estreou, nasceu “o Viagra”.

Brincadeiras à parte, muitas vezes nos empenhamos e dedicamos a um projeto onde em algum momento, seja na elaboração, na avaliação de riscos, na execução ou na avaliação dos resultados, aparentemente, tudo dá errado. Temos então um resultado negativo.

Entretanto, em muitas vezes, se olharmos mais de perto,  ou de longe, ou os dois, poderemos enxergar oportunidades até então desconhecidas ou intencionadas.

Já em 2003 Henry Chesbrough, professor de gestão de tecnologia e inovação nos EUA, falava:

“A história da inovação está cheia de exemplos em que o melhor uso de um novo produto ou uma nova tecnologia é totalmente diferente do proposito inicial do projeto.”

Um projeto pode não servir ao seu objetivo, mas pode ser como uma luva para outro. Se você criou, pode disponibilizar o resultado no mercado, para parcerias ou licenciamento de ideias. Essas ideias ou resultados podem não te servir, mas podem ser um prato cheio para outro.

Quantos músicos criam músicas que nunca cantarão? Mas a criação bateu na porta e ela nasceu. Então há a possibilidade de disponibilizarem para outros artistas. Quantas ideias de festivais e atividades surgem durante a pesquisa para um simples show? Quantos resultados inesperados acontecem quando lançamos um evento que nem imaginávamos o resultado? Woodstock, o festival, foi um deles. Quantos eventos, sem intenção, são vistos por investidores como grandes ideias e “pivotam” totalmente seu rumo?

Por isso, é importante, antes de achar que seu projeto foi um fracasso ou tem que ser descartado, fazer uma avaliação. Avaliar e pesquisar junto aos “stakeholders” outras visões sobre o mesmo tema. O pensamento coletivo e a visão compartilhada podem dar soluções até então desconhecidas. Muitas vezes também, um projeto que não atendeu ao primeiro objetivo pode ser adequado a outro.

Por mais que haja pesquisa, estudo e práticas de controle na elaboração e gestão de projetos, o imprevisível e a resposta do meio pode atrapalhar o processo. Mas nem sempre o resultado é negativo. Pense nisso.

Gostou? Curta, comente, envie seus comentários e dicas. Mas principalmente compartilhe, CONHECIMENTO TEM QUE CIRCULAR. 😉

a partir do dia 18 somente o blog WWW.MARILIADELIMA.COM.BR estará com matérias publicadas. Aproveite e vá lá se increver parareceber em primeira mão.

05 PASSOS PARA ESCOLHER E EXECUTAR AS MELHORES IDÉIAS

Meninas e meninos,

IMG_4901O mundo dos projetos e eventos é muito concorrido. Para ter maior possibilidade de sucesso é importante criar diferencial e se destacar. Para melhorar a performance, além da idéia sobre o que vai fazer, é importante que estas idéias sejam realmente inovadoras e criativas.

Todos os dias temos idéias aos montes. Muitas vezes estamos fazendo o “brainstorm (tempestade cerebral)”, ou “toró de palpites” como dizemos lá em Minas, na hora de construir projetos e eventos e elas também não nos faltam. Mas muito além de ter idéias precisamos também colocar em prática. E colocar principalmente aquelas que nos darão os melhores resultados.

E por isso segue abaixo 05 passos para melhorar esse processo:

  1. Para ter uma boa idéia tenha muita idéias. Não desista só porque já pensou em um diferencial. Continue com o “toró de palpites” e tenha na lista pelo menos três boas idéias.
  2. Das idéias selecionadas faça uma pesquisa na internet para saber se algo parecido já foi feito. Pesquise onde puder. Anote estas informações.
  3. Volte com as idéias e a pesquisa para uma revisão e avaliação. Trabalhe em equipe
  4. Decida então se vai usar uma das ideias, se vai reformular ou se vai começar tudo de novo.
  5. Assim que decidir comece a trabalhar usando a idéia, não só pra ter um diferencial, mas também para criar algo que encante os seus parceiros e clientes. Esse pensamento de qualidade constante é também uma boa idéia.

PULO DO GATO : Dê um passo, confira. Dê outro passo, confira. Vá passo a passo avaliando se tudo está saindo como planejado. Muitas pessoas executam ações em projetos e eventos sem conferir e isso pode ditar o sucesso ou o fracasso do que foi proposto.

Uma idéia posta em prática passa a ser fundamental para o sucesso do projeto ou do evento. Por isso é importante que você viaje nos pensamentos e pense em muitas coisas na hora de ter idéias. Mas é importante que na hora da aplicação efetiva tudo seja muito planejado e organizado.

Um projeto ou evento com boas idéias não é tão fácil assim como parece. Tenha a consciência e a certeza de que o caminho certo foi escolhido.

QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

Você gostou? Curta, comente e compartilhe. Namastê. 😉

DICAS DE COMO USAR O PERISCOPE PARA EVENTOS E NO PLANEJAMENTO DOS SEUS PROJETOS

Meninas e Meninos,

persicopeA nova rede social que está dando o que falar é o PERISCOPE. O aplicativo é do Twitter que transmite ao vivo. É exclusivo para celulares e tem tanto para Iphone quanto para Androide.

Nossa, legal né? Mas será que você deve mesmo arriscar e se dedicar a mais uma rede social, a mais uma aplicativo que irá tomar o seu tempo? Depende.

Antes você precisa entender como ele funciona. Atualmente tem muitas celebridades usando para conversar com seu público ou mostrar o seu dia a dia. Como um reality show, um Big Brother. Mas também tem revistas, palestrantes e outros profissionais usando para consultoria, divulgação de conteúdo etc.

É como se você pudesse ter seu próprio canal de TV. Então, pensando por esse ângulo as idéias de aplicação serão muitas:

  • pode transmitir shows, teatro e todo tipo de evento ao vivo,
  • divulgar lançamentos e falar sobre isso.
  • criar conteúdo sobre o seu trabalho
  • mostrar em primeira mão produções inéditas etc
  • e para projetos, pensar nessas ações e incluir os custos e logística de execução na hora de planejar e escrever.
  • Criar uma apresentação para um grupo exclusivo
  • E até mostrar e conversar sobre seus eventos e projetos com alguém que está bem longe de você (Se cuida Skype…rrs)

Mas como qualquer aplicativo; redes sociais ele tem seus segredos, suas aplicações para os negócios, divulgação e suas regras. Alguns dos que já aprendi e percebi são as seguintes:

  • Já tem muita gente, então você tem que se diferenciar em conteúdo e forma.
  • Seria bom escolher horários e dias fixos para criar público,
  • Como qualquer outro aplicativo ou divulgação de eventos tudo dependerá também do seu trabalho, em replicar e agir, para conseguir mais e mais seguidores.
  • Nem toda conexão ou local te dará uma qualidade de transmissão. Então planeje antes de transmitir.
  • É bom criar um roteiro do que se pretende para não ficar perdido.
  • Ter mais alguém para te auxiliar quando for uma transmissão de eventos é bacana pois ajuda nos imprevistos,
  • Você lê e vai respondendo as perguntas ou conversars de quem está no chat. Mas não dá pra responder quando está se transmitindo um evento ao vivo onde alguém está se apresentando ou falando. Pense na estratégia que vai usar para responder perguntas.
  • As pessoas ainda estão aprendendo sua utilização, o que é bom pois você pode ser o pioneiro em alguma idéia usando o aplicativo.
  • O vídeo só fica disponível durante 24 horas. Trabalha com a ideia da impermanência, como o Snapchat. Mas tem truques para você gravar e replicar em outras plataformas como o Youtube ou Vimeo.
  • Dá pra fazer simultanemente a gravação ou a transmissão também por outras vias como Skype, Hangout e até o Meerkat (anterior ao Periscope e muito usado fora do Brasil). Mas claro, precisará de outros celulares para isso e ajuda de outras pessoas. Mas é bacana.
  • Luz. Iluminação é importante, pense nela e na qualidade do que está transmitindo para que fique gostoso de se ver e não uma escuridão total.
  • Como sempre falo nos cursos independente do tema: pense, pense, planeje, planeje e aí execute. Mas as possibilidades são imensas.

😉  Fabebook já tem um aplicativo igual mas por enquanto é só pra selecionados, celebridades. Em breve outras redes parecidas surgirão. Isso nos faz pensar no futuro e o que ele nos reserva. E aí, como faremos a inclusão destas idéias nos nossos projetos e como realizaremos os nossos eventos.

😉 Apesar de ainda não estar em discussão já logo dou a dica do cuidado com os direitos autorais. Pense sobre isso também.

E é isso. Apenas um bate papo falando do que acabei de conhecer. Mas ainda estou aprendendo. E se você quiser aprender mais, aprender os truques e outras dicas bem bacanas procure profissionais de mídia on line que já estão dando consultoria e cursos sobre o tema. Eles sim sabem muito. Eu só estou dividindo o que sei.

maldito-corretor-do-iphone1314415183Eu indico pra vocês a Ana Tex que tem o curso mas também tem muitas dicas no @periscoTex.

E aproveite e crie já sua conta no PERISCOPE. Vai treinando. E me siga @eumariliadelima. A partir de setembro muitas novidades.

Gostou? Curta, comente e compartilhe.

GRANDES IDÉIAS, POSSÍVEIS NEGÓCIOS

@IDEIASSempre gostei de comprar e ler revistas sobre negócios. Conheço quase todas e leio regularmente a maioria. E percebo o quanto a cada ano e a cada mês as matérias vêm abordando cada vez mais o tema da economia criativa, dos negócios criativos.

Na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios do mês de maio/2015 tem uma série de matérias que também fala da economia criativa. Na coluna “Grandes  Idéias” tem três casos que achei muito legal e compartilho com vocês:

– O publicitário Diego Oliveira de 25 anos que ao assistir um filme com uma amiga que é cega descobriu que poderia pensar em um projeto para auxiliar as pessoas com deficiência visual, a saber, do que se trata o filme. Foi aí que criou a Legenda Sonora que trabalha com conteúdo audiodescritivo.

– O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou um decreto que regulamenta a instalação de parklets na cidade. São mini praças construídas em duas vagas de estacionamento e que podem ser usadas como praças por toda a cidade. Essa é uma idéia que cria por toda a cidade espaços, muitos com Wi-fi, onde a convivência e a diversão podem ser encontradas em lugares inusitados. A possibilidade de instalação de paklets pode se tornar pontos de cultura e de atividades lúdicas.Veja-PSDB-11

– A “Britolândia” que fala sobre a propagação da marca e do design do pernambucano Romero Brito. É impressionante como o trabalho dele tem se propagado e replicado desde roupas, tecidos, bebidas, carros, carrinhos de bebê etc.

Tinham mais casos na revista sobre o assunto, mas resolvi mostrar estes dois. Além dessa revista têm muitas outras que vem falando sobre a questão das idéias criativas, muitas e muitas envolvendo a cultura, e que tem virado negócios criativos sustentáveis.

Por isso, veja estes exemplos e pense mais sobre o assunto. Quem sabe você não vai ter aí uma grande idéia né?

Gostou? Curta e comente. Compartilhe também com seus amigos que possam achar interessante.