05 PASSOS PARA ESCOLHER E EXECUTAR AS MELHORES IDÉIAS

Meninas e meninos,

IMG_4901O mundo dos projetos e eventos é muito concorrido. Para ter maior possibilidade de sucesso é importante criar diferencial e se destacar. Para melhorar a performance, além da idéia sobre o que vai fazer, é importante que estas idéias sejam realmente inovadoras e criativas.

Todos os dias temos idéias aos montes. Muitas vezes estamos fazendo o “brainstorm (tempestade cerebral)”, ou “toró de palpites” como dizemos lá em Minas, na hora de construir projetos e eventos e elas também não nos faltam. Mas muito além de ter idéias precisamos também colocar em prática. E colocar principalmente aquelas que nos darão os melhores resultados.

E por isso segue abaixo 05 passos para melhorar esse processo:

  1. Para ter uma boa idéia tenha muita idéias. Não desista só porque já pensou em um diferencial. Continue com o “toró de palpites” e tenha na lista pelo menos três boas idéias.
  2. Das idéias selecionadas faça uma pesquisa na internet para saber se algo parecido já foi feito. Pesquise onde puder. Anote estas informações.
  3. Volte com as idéias e a pesquisa para uma revisão e avaliação. Trabalhe em equipe
  4. Decida então se vai usar uma das ideias, se vai reformular ou se vai começar tudo de novo.
  5. Assim que decidir comece a trabalhar usando a idéia, não só pra ter um diferencial, mas também para criar algo que encante os seus parceiros e clientes. Esse pensamento de qualidade constante é também uma boa idéia.

PULO DO GATO : Dê um passo, confira. Dê outro passo, confira. Vá passo a passo avaliando se tudo está saindo como planejado. Muitas pessoas executam ações em projetos e eventos sem conferir e isso pode ditar o sucesso ou o fracasso do que foi proposto.

Uma idéia posta em prática passa a ser fundamental para o sucesso do projeto ou do evento. Por isso é importante que você viaje nos pensamentos e pense em muitas coisas na hora de ter idéias. Mas é importante que na hora da aplicação efetiva tudo seja muito planejado e organizado.

Um projeto ou evento com boas idéias não é tão fácil assim como parece. Tenha a consciência e a certeza de que o caminho certo foi escolhido.

QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

Você gostou? Curta, comente e compartilhe. Namastê. 😉

CONHECIMENTO NÃO OCUPA ESPAÇO – USE ISSO PARA SEU SUCESSO

download“Conhecimento não ocupa espaço”, sempre ouvi isso na minha vida e a cada dia vejo que é muito mais do que a pura verdade, é também o melhor caminho para se alcançar o sucesso, seja qual for o sucesso que você espera dessa vida.

Sim… Seja qual for o sucesso, pois o que é “sucesso” pra mim não é a mesma coisa que “sucesso” pra você, nós é que vamos definir o que vai nos completar e satisfazer.  Dale Carnegie dizia “Você nunca alcança o sucesso verdadeiro a menos que você goste do que está fazendo”. Então, o sucesso é muito mais do que ter, é principalmente ser.

Nossa… Isso é tão óbvio não é? Mas garanto que muitas pessoas ainda não entenderam essa lógica simples.

Bem, e se o sucesso é alcançado com o conhecimento, como podemos melhorar essa nossa atuação? Estando atentos ao mundo para aprender, aprender e aprender.

Quanto mais recheamos nosso cérebro de informação mais ele expande e mais possibilidade de gerar respostas rápidas e eficazes ele fica.

Segundo pesquisas sobre neurociência Cognitiva o cérebro aprende com a freqüência, todos os dias, aprender um pouco seja do que for. Quanto mais se lê melhor se lê, se escreve e se aprende. A intensidade é importante, o conhecimento aliado ao relacionamento com a realidade e conectado com outros assuntos, além é claro da influência das artes para melhorar o impacto do assunto, mais ele será absorvido. E principalmente, o cérebro aprende mais quando estiver atento e motivado.

Gosto de trabalhar com o tema INTELIGÊNCIA porque nós somos inteligentes, temos níveis de inteligência.

Os graus de inteligência são medidos pelo QI (quociente de inteligência). Abaixo do nível normal estão os “débeis mentais” entre 90 e 70 de QI, os “imbecis” entre 70 e 50 de QI, os “idiotas” entre 50 a 25 e os que têm alta debilidade mental que é abaixo dos 25 de QI.  Os Gênios têm a partir de 140 de QI. Os que têm inteligência superior vão variar entre 120 a 140, os normais entre 110 e 120 e os que estão na fronteira da debilidade estão entre os 90 a 110.

Mas podemos aumentar o nosso QI?? Sim, podemos e já foi provado que a música é um dos principais estímulos para esse feito. Mas, também se não usamos o nosso cérebro e ele tá zerado, também podemos diminuir o QI.

E é por isso que “conhecimento não ocupa espaço”, aliás, amplia o espaço. E se você quiser aumentar o seu QI aí vão algumas dicas:

– Viva com música – a música pode ser do seu estilo ou dos mais variados para variados momentos. Mas os sons variados e misturados fazem seu cérebro pensar e expandir. Mas se quer resultados excepcionais Mozart é a dica, com sua construção harmônica complexa estimula ainda mais o cérebro. Dizem que o bebê ainda na barriga da mãe influenciados pela música dele tem desenvolvimento cognitivo acima da média.

– Tome café – isso mesmo, o café “A cafeína bloqueia os receptores de adenosina, neurotransmissor que causa a sonolência.” E claro assim você fica mais esperto para aprender. Mas não abuse de mais do que 4 ou 5 xícaras por dia porque senão ficará com um alto QI junto a um alto índice de gastrite.

– Faça coisas diferentes do que acostumou – já está mais do que provado que mudar um caminho, um estilo de roupa, um tipo de livro, um curso completamente diferente do que você trabalha e por aí vai, pode ajudar a gerar novas percepções e assim melhorar os pontinhos no QI.

– Estude, estude e estude. Faça cursos online (os meus principalmente….rrs.), leia matérias sobre o seu ramo de negócio, faça uma pós, faça um curso livre, compre “E LEIA” revistas do seguimento que lhe interessa, leia livros, pesquise coisas novas na internet. Enfim, vá colocando na cachola todo tipo de informação que achar interessante e importante para seu crescimento profissional.

– Estude outras línguas, o exercício de aprender outro idioma soma mais pontinhos para seu cérebro.

– Tenha o ócio criativo – às vezes deixar o cérebro e o corpo em ponto morto, sem muito esforço faz com que você tenha insights que na correria do dia a dia não conseguiria.

– Mente sã em corpo são – exercícios e cuidados com a saúde fazem seu cérebro gastar menos energia em ficar te alertando dos perigos que seu corpo corre.

– Jogos – jogos de carta, no computador, de tabuleiro etc. Jogos são ferramentas maravilhosas para o desenvolvimento do raciocínio lógico e estratégico.

Enfim, entenda que o cérebro não é estático. O QI não é eterno nem pra mais e nem pra menos. Se exercitar, melhora. Se não usar, regride. Isso serve para bebês, crianças, adolescentes, jovens, maduros e terceira idade. Conhecimento não tem idade, não tem hora e principalmente, não ocupa espaço.

QUERO TE ENVIAR SEMPRE INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE PROJETOS, EVENTOS E MUITO MAIS e isso eu só compartilho com quem é VIP. Para isso faça aqui sua inscrição para participar também.

GostouCurta, comente e compartilhe. 😉

ENCONTRO ON LINE FALA SOBRE A CRIAÇÃO DA “REDE COLABORATIVA DE PRODUÇÃO CULTURAL”

Meninas e meninos,

@REDEDEPRODUÇÃOAmanhã, dia 11 de agosto, às 20 horas estaremos on line, via Hangout, para falar sobre o projeto  REDE COLABORATIVA DE PRODUÇÃO CULTURAL. É um projeto de Crowdsourcing* onde as pessoas se organizam e, juntas, criam soluções ou produtos para uma determinada necessidade. O nosso objetivo será facilitar a circulaçao de eventos e realização de projetos em todo o país.  Será o primeiro encontro da  Rede. A transmissão será através do link https://plus.google.com/events/cp4fsnbi278hb35utjr0hvk5pdo e para assistir e participar as pessoas tem que estar logadas no Google+. Poderão assistir também via Periscope no @eumariliadelima.  Posteriormente o vídeo será disponibilizado para os interessados.

Quem participar irá ajudar a definir os caminhos e ajudar a construir melhor: a idéia, possibilidade de formatos, como fazer. Quem participar e quiser continuar no projeto já se tornará um membro da equipe nesta construção conjunta.

Será apresentado a proposta do evento que acontecerá em dezembro, num encontro presencial com variados convidados e debates sobre o tema da PRODUÇÃO, PROJETOS E EVENTOS CULTURAIS NO BRASIL e paralelo acontecerá a primeira FEIRA DE NEGÓCIOS DE PRODUÇÃO CULTURAL.

Unindo produtores, artistas e fornecedores de todo o Brasil a rede pretende criar um canal para partilhar informações, troca de conhecimento, divulgação de projetos e eventos, contratações, orçamentos, parcerias e muito mais, em tempo real. O objetivo é tornar mais fácil a circulação por todas as regiões de atividades culturais como artes plásticas, artes cênicas, música, literatura, cursos, palestras, circulação de projetos e eventos etc.

Vamos criar uma rede funcional de pessoas que interajam umas as outras realizando negócios e parcerias imediatas. Uma rede que trabalhará para que cada um tenha uma mão dupla de possibilidades, de oferecer informação e de receber informação. Tudo no menor tempo possível de resposta e num formato onde todos sejam beneficiados. Informação de espaço de eventos, imprensa, prestadores de serviço, artistas, produtores, fornecedores, editais, leis de incentivo, projetos, programação cultural, festivais, hoteis, locações, gráficas etc.

VOCÊ PODE PARTICIPAR E AJUDAR A CONSTRUIR E REALIZAR ESSE PROJETO. Faça contato. mariliadelima@gmail.com

*Crowdsourcing é um modelo de criação e/ou produção, que conta com a mão-de-obra e conhecimento coletivos, para desenvolver soluções e criar produtos. 

Gostou? Curta e comente. Aproveite e compartilhe para seus amigos também. Conhecimento tem que circular.

GRANDES IDÉIAS, POSSÍVEIS NEGÓCIOS

@IDEIASSempre gostei de comprar e ler revistas sobre negócios. Conheço quase todas e leio regularmente a maioria. E percebo o quanto a cada ano e a cada mês as matérias vêm abordando cada vez mais o tema da economia criativa, dos negócios criativos.

Na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios do mês de maio/2015 tem uma série de matérias que também fala da economia criativa. Na coluna “Grandes  Idéias” tem três casos que achei muito legal e compartilho com vocês:

– O publicitário Diego Oliveira de 25 anos que ao assistir um filme com uma amiga que é cega descobriu que poderia pensar em um projeto para auxiliar as pessoas com deficiência visual, a saber, do que se trata o filme. Foi aí que criou a Legenda Sonora que trabalha com conteúdo audiodescritivo.

– O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou um decreto que regulamenta a instalação de parklets na cidade. São mini praças construídas em duas vagas de estacionamento e que podem ser usadas como praças por toda a cidade. Essa é uma idéia que cria por toda a cidade espaços, muitos com Wi-fi, onde a convivência e a diversão podem ser encontradas em lugares inusitados. A possibilidade de instalação de paklets pode se tornar pontos de cultura e de atividades lúdicas.Veja-PSDB-11

– A “Britolândia” que fala sobre a propagação da marca e do design do pernambucano Romero Brito. É impressionante como o trabalho dele tem se propagado e replicado desde roupas, tecidos, bebidas, carros, carrinhos de bebê etc.

Tinham mais casos na revista sobre o assunto, mas resolvi mostrar estes dois. Além dessa revista têm muitas outras que vem falando sobre a questão das idéias criativas, muitas e muitas envolvendo a cultura, e que tem virado negócios criativos sustentáveis.

Por isso, veja estes exemplos e pense mais sobre o assunto. Quem sabe você não vai ter aí uma grande idéia né?

Gostou? Curta e comente. Compartilhe também com seus amigos que possam achar interessante.

ESTOU SEM IDÉIAS…. O QUE FAÇO?

IMG_8012-001

Meninas e meninos,

Me prontifiquei a todos os dias postar algo no meu blog. Segundas sobre projetos. Terças sobre eventos. Quartas teremos entrevistas. Quinta falaremos sobre o movimento da criação da Rede Colaborativa de Produção. Sexta é dia de agenda dos editais, eventos etc. Sábado falo sobre o Turismo e a Cultura e como juntos podem render boas parcerias. E domingão é dia de idéias. Idéias dos outros, minhas, idéias que ninguém teve e o processo de ter idéias.

Pois bem…. estou sem idéias. Sem idéia do que escrever, sem idéia pra dar, sem lembrar de nenhuma boa idéia a não ser a 51 (risos).

E o que fazemos quando não temos idéias? O que fazer quando a solução de algo está tão difícil e distante?

Domenico de Masi, sociólogo italiano, fala sobre o famoso “ócio criativo” e muitas vezes é dele que precisamos. O ócio, o não fazer nada, pode auxiliar mesmo na  criatividade pois afasta do pensamento o problema e quando voltamos ou mesmo durante o ócio, podemos ter aquela idéia, aquela solução que nos faltava.

Mas as vezes não precisa ser só o ócio. Fazer uma atividade que não é de trabalho, que não te faça pensar muito e que seja divertida pode também contribuir para auxiliar nesse processo.

Então, se tá te faltando “aquela” idéia, “aquela” solução. Relaxe. Não faça nada ou: Saia pra caminhar, assista uma comédia. Vá ao cinema. Liga para os amigos. Deite e olhe as nuvens. Faça um bolo. Tome um sorvete. Invente uma caipirinha diferente. Faça pipoca. Passeie com o cachorro. Brinque com seu gato. Namore seu “gato”. Não faça nada. Pinte as unhas. Experimente roupas. Limpe o armário. Faça palavras cruzadas. Leia um livro. Cozinhe. Lave roupas. Assista futebol. Lave o carro (sem desperdiçar água). Conte piadas. Cuide das plantas. Vá tomar banho.

Então é isso, vou fazer uma faxina na casa e esperar as idéias voltarem. Até mais. E se gosta do meu blog por favor: curta, comente e principalmente compartilhe.

CROWDFUNDING UMA BOA IDÉIA QUE NÃO É NOVA, SHAKESPEARE JÁ FAZIA ISSO

@IDEIASComo já disse todo domingo vamos falar de idéias. No post passado falei como podemos potencializar o nosso cérebro e assim ter mais idéias. Agora vou falar pra vocês sobre idéias que acontecem em variados lugares do mundo, e muito no Brasil, claro. Há o ditado de que “nada se cria, tudo se copia”. Então observem o mundo e vejam se tem algo que você possa copiar e recriar. Mas também veja se pensa em algo realmente bom e inédito. Caso isso aconteça, execute e depois venha contar aqui pra gente.

CROWDFUNDING É UMA BOA IDÉIA, MAS FOI RECRIADA

@criativo2

IMAGEM montada PUBLICADA NA REVISTA http://www.fastcompany.com – na matéria THE APP’S THE THING: SHAKESPEARE, REBOOTED – por BY DAVID ZAX (direitos reservados)

Crowdfunding, com suas ferramentas on line, é uma modernidade que surgiu a pouco no mundo. Mais recentemente no Brasil.  Crowd – multidão e Funding – financiamento é uma forma de fazer com que os interessados no nosso produto ou serviço possam adiantar o dinheiro para esta produção e só depois receber o mesmo.

Porém, a ferramenta on line é novidade, mas o sistema não. Shakespeare provavelmente é o precursor de financiamentos coletivos. Sem dinheiro para todas as produções de um teatro onde era um tipo de sócio, ele arrecadava dos apoiadores verbas antecipadas para produção de peças. Estes apoiadores teriam depois lugar cativo e VIP para as apresentações.

@33Em São Paulo, João Bá, músico e compositor brejeiro da Música Brasileira, também já fazia seu crowdfunding nas baladas e circuitos alternativos da capital. Criava cartõezinhos com um “vale Disco” e era assim que pagava a produção de seus álbuns. Quando finalizava ia entregando em shows ou pontos de vendas para os que compraram.

@11@22Por todo o mundo, e mesmo vocês, devem ter histórias como estas. Mas hoje, as plataformas são modelos de negócios da Economia Criativa. E são lucrativos. A idéia já estava circulando e sendo praticada. Alguém veio e criou um projeto maior com base na idéia inicial.

Então pense…. o que será que tem por aí, acontecendo, e que você poderia reinventar e melhorar?

Gostou do post? Curta e comente. Compartilhe sempre para circular as idéias. Aproveite o domingo.

CONHECIMENTO E EXERCÍCIO DO PENSAMENTO PARA TER BOAS IDÉIAS

@IDEIAS@Primeiro: Na década de 1940 e 1950 foi desenvolvida a teoria das Redes Neurais. As redes neurais não acumulam informações, elas aprendem através do processamento das informações que são açuladas por estímulos externos. É como uma dona de casa que em sua criatividade olha o que tem de ingredientes em casa e improvisa alguma comida com base nas experiências que tem. Mas as redes neurais são muito simples comparadas ao modelo que os inspirou: os nossos neurônios pois ao contrário dos artificiais que só recebem uma informação em cada um nós recebemos várias a todo momento.

@criativo4Segundo: Fiz um curso com o Roberto Shinyashiki o ano passado, em 2014, e ele tinha uma frase que usava o tempo todo “aumente o seu aquário”. No exemplo ele dava a um voluntário várias bolinhas de isopor para ser colocado em um aquário pequeno, estas não cabiam. Depois dava outro aquário maior e aí sim as bolinhas cabiam. O que ele estava querendo dizer era para ampliarmos o espaço onde processamos o conhecimento. E não somente acumular o conhecimento.

@criativo3Terceiro: Thomas Edson inventor da lâmpada incandescente teve uma grande idéia. Maravilha né ? Mas o que realmente ninguém sabe é que ele teve duas mil idéias para tentar fazer o projeto dar certo. Questionado por um jornalista sobre seus “fracassos” ele respondeu que não eram fracassos, que era conhecimento, pois já sabia então duas mil maneiras de não fazer uma lâmpada.

Com estas três historinhas posso dizer uma coisa pra vocês sobre idéias:

  • Quanto mais você acumula informação mais possibilidade de solucionar um problema ou de ter idéias. Faça seus neurônios trabalharem e aprender mais e mais. Não se aprende só na escola. Para aprender temos que observar, ouvir, ler, entender o mundo que nos cerca. Ser questionadores. Perguntar “por que”. Ser questionadores.
  • Não basta acumular informação, tem que ampliar o pensamento, olhar para todos os lados experimentando vários pontos de vista. Ampliar o seu aquário é abrir a mente. Conhecimento tem que circular. Informação não é pra ser guardada. É dando que se recebe. A roda tem que girar.
  • Para termos uma idéia é necessário usar o cérebro, muito, muito mesmo. Pensar e pensar. Ter uma idéia, ter a segunda, a terceira, a quarta e assim por diante. E só então escolhemos a melhor idéia das várias que tivemos.

Bem, aí estão as três primeiras dicas. A partir do próximo domingo vamos falar de idéias e vou te sugerir idéias. Vamos ter idéias juntos. Esse será nosso exercício.

E isso servirá para que? Para você empreender, para você criar projetos, eventos, planejar sua carreira, criar seu diferencial.