LEI ROUANET E A MODA PLUS SIZE

Fashion-Weekend-Plus-Size-V15-Vislumbre-600A moda faz parte da cultura de um povo. Segundo Edward Burnett Tylor, “a cultura é o complexo que inclui conhecimento, crenças, arte, leis, costumes e outras aptidões adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade. ” 

Portanto, moda é sim cultura. Em 2013 houve uma grande polêmica envolvendo Pedro Lourenço, Alexandre Herchcovitch e Ronaldo Fraga tiveram projetos aprovados, mais de milhões e então essa foi mais uma das discussões que vieram em torno do que Lei Rouanet patrocina ou melhor, aprova uma verba onde o proponente ainda deverá ir ao mercado buscar quem o patrocine, beneficiado pela lei. 

Porém, a moda atual que dita regras inclusive de comportamento, está quase toda voltada para as pessoas magras ou mesmo magérrimas. Essa ditadura da beleza, onde o 44 já é “plus”, causa muitos problemas sociais e até culturais. Apesar de ser um resultado alarmante, claro pois envolve a saúde, temos 49% de pessoas no Brasil acima do peso.  E a obesidade em uma grande maioria relacionada diretamente com questões de obesidade e baixo estima.  

Foi pensando nisso que Renata Poskus,  uma gordinha saudável, ou apenas um mulherão (nome também de seu Blog) que está acima do peso, pensou ao criar o blog e o evento Fashion Wekeend Plus Size para mostrar que você pode estar acima do peso mas se vestir bem, melhorar a estima própria, fazer parte e ser um mulherão. 

E estimulado por esse novo olhar do Ministério da Cultura também para as variedades da cultura como a Moda, Renata vai apresentar um projeto na lei Rouanet e também no Proac de ICMS o seu evento Fashion Wekeend Plus Size. 

O evento caminha para sua 11ª  edição e conta com desfiles e rodada de negócios onde novos estilistas, confecções e designers encontram clientes em potencial. A novidade para os projetos é agregar também as artes e outras manifestações que falem ou envolvam o universo dos mulherões e assim conseguir minimizar os efeitos que a ditadura da moda criou hoje e que chega a ser crime ser gordinha.  Quadros, esculturas, música, livros e muita criação falando desse universo com foco nos mulherões.

Na arte podemos ver que este preconceito antes ou agora não é barreira para as mais belas obras. Abaixo alguns deles como: Botticelli, Eliana Kertsz, Botero, Janssens, Renoir e Adam Schultz

Mais informações: mariliadelima@gmail.com ou mulherao.wordpress.com

2014 ESTÁ AÍ, MAS QUAL O SEU PLANEJAMENTO PARA ELE E OS PRÓXIMOS ANOS??? O que você quer ser quando crescer além de salsicha?

Nestes mais de 12 anos trabalhando mais diretamente com a Cultura e nos outros antes trabalhando com turismo, cultura e o social, pude perceber que há um grande problema de planejamento nestes setores. Atendi ao longo desses anos bem mais muitas mil pessoas querendo realizar projetos, seja da carreira, no município, com amigos e por aí vai. Mas era sempre só uma ideia, uma intenção. De verdade uma pequena parcela delas chegava a escrever e realizar o seu projeto ou evento. A pergunta “o que você quer ser quando crescer, além de salsicha?” ficaria sem resposta efetiva na maioria das vezes.

41864

E porque essa pergunta engraçada da salsicha? Porque sempre que converso com alguém que pretende fazer um projeto pergunto o que pretende da vida, da carreira. Assim, é mais fácil saber como direcionar o projeto, quais elementos ele precisa como site, cartão, logomarca, foco etc. Para que seja realmente um dos inúmeros degraus para se conquistar aquilo que ele pretende. E a questão da Salsicha é pra ficar engraçado e chamar atenção. Veio de um comercial dos anos 70 onde dois porquinhos conversavam e um perguntava para o outro: “o que você quer ser quando crescer além de salsicha (dando a entender que ser salsicha era inevitável)?” e o outro porquinho mais que depressa “quero ser a salsicha do frigorífico X”. Ou seja, quero ser importante, ser diferente, ser reconhecido.

Como o porquinho, sei que a maioria sabe o que quer ser, o que quer ter, o que quer fazer. Este não é o problema. Brasileiro principalmente é dotado de uma imaginação impressionante. O problema é que só se pensa no que se quer e não como fazer para chegar até lá. Esse planejamento a curto, médio e longo prazo é ainda muito deficiente. Somos imediatistas e sonhadores, pouco concretos e nada organizados.

Por isso, vou sugerir aqui alguns passos e ideias que você pode pensar em seguir.

Planejamento estratégico veio com as guerras onde os generais começaram antes das guerras a estudar o inimigo, o campo de batalha e tudo mais. Sun Tzu, em A Arte da Guerra nos dá o panorama de como fazer isso. Planejamento estratégico é pensar antes de agir. Desenhar o passo a passo, o caminho para onde se quer chegar.

O planejamento estratégico tem, segundo CHIAVENATO, 04 etapas resumidas e muito importantes:

1 – Definir o objetivo; 2 – Analisar o ambiente; 3 – Formular estratégia; 4 – Implementar e controlar.

Exemplo: Definir objetivo – Você quer comprar um carro que custa 30 mil. Análise –  Tem que dar uma entrada de 5 mil e o restante parcelas de 500 reais. Você ganha 2 mil por mês e tem uma despesa de 2,300. Estratégia – reduzir os gastos em 800 reais cortando tudo o que for supérfluo ou que decidir não ter no momento, pedir aumento, fazer extras etc. Economizar por um ano a entrada do carro. Implementar e controlar – iniciar o plano e a cada dois meses verificar se está conseguindo bater as metas e aí continuar ou readequar o plano para alcançar o que pretende. E no final, comprar o carro.

Vamos então a algumas dicas de como você pode definir seu planejamento, seja pra 2014, pra 2020 ou até mais.

  • Tenha muito claro qual o objetivo e se ele é conquistável. Sonho, ilusão é diferente de um objetivo palpável e realizável. Não adianta querer ser uma modelo internacional de sucesso se você já tem mais de 30 anos, não é alta, não é magra e não é maravilhosa.
  • Analise o mercado, o setor onde você está inserido. Se é na música, veja seu estilo, veja o que faz sucesso, o que vende, o que falam, seus concorrentes e até sua própria competência.
  • Desenhe, escreva seus pontos positivos, pontos negativos, necessidades, possibilidades de projeto e tudo o que acha importante para este caminho.
  • 1385748_453981871383539_1204812852_nVá atrás de conhecimento. Seja qual for sua área, conhecimento é a chave para abrir as portas que surgirão no caminho. Leia jornais, leia revistas, livros, blogs, sites. Estude o que você não sabe, melhore o que faz mais ou menos, invista seu tempo em melhorar a sua performance. Hoje com a internet quase tudo, se procurar, pode ser de graça. Comece com algo.
  • Comece hoje, amanhã já será menos um dia. Melhor começar um pouco que seja, do que nunca conseguir estar pronto pra começar.
  • Nunca é tarde para começar ou recomeçar, mas não perca seu tempo sabotando você mesmo ou repetindo frases e conceitos antigos só pra desculpar sua inércia ou seu medo. ““isso não dá certo”, “falar é fácil”, “não é bem assim”, “dependo das pessoas”, “já tentei” e por aí vai.
  • Muita coisa é de graça, então não tem a desculpa que você não tem dinheiro. Comece algo. Ter um blog gratuito no lugar de um site que não se pode pagar é melhor do que não ter nada.
  • Você não vai mudar o mundo, as pessoas ou o mercado. Portanto, mude seus hábitos, seus atos, seus pensamentos. Seus problemas são seus. Ninguém é culpado. Enquanto jogar a culpa nos outros será um escravo. Quando mudar, será dono do seu caminho.
  • Aprenda a viver. Aprenda os 7 hábitos para viver bem. Viver é ser feliz todos os dias com o que se tem. Viver é querer mudar consciente do que é necessário. Viver é dar atenção a todos os setores da sua vida como família, amores, trabalho, saúde, amigos, dinheiro, carreira etc. Quem vive só pra um desses está vivendo só uma parte.
  • Pense em projetos que sejam alavancas para seu objetivo, não se perca fazendo tudo e se distanciando do foco maior só por causa de dinheiro, status ou outra coisa que não seja o seu caminho.
  • Verifique. Faça e verifique se deu resultado. Melhore para o próximo. Aprenda com os erros. Repita o que deu certo. Se você não mede seus resultados não saberá se está caminhando para frente ou parou no meio do caminho.
  • Entenda a lei da ação e reação. A frase “quem planta colhe” é uma verdade muito mais que um simples dito popular. Cultive amigos, ética, solidariedade, reconhecimento, lealdade, verdade no seu jeito de ser. A vida não “te dá o troco”, a vida é uma matemática perfeita, ela só te manda de volta o resultado do que investiu. Se tudo está dando errado, avalie, pode ser que você esteja fazendo errado.

Pegue agora um papel e caneta e comece a escrever seu planejamento para amanhã. Faça esse exercício diariamente. Avalie no fim do dia se cumpriu o que programou e o que foi diferente. Observe que muitas vezes foi você que programou sem levar em conta o tempo, o transito, os filhos, o recurso financeiro etc. Faça isso até que esteja planejando o mais próximo do que realmente vai fazer. Depois, passe a fazer isso no mês, programe o seu mês de dezembro. Suas compras de Natal, suas festas de fim de ano, seu trabalho, seu descanso etc. Avalie. Reprograme. Aprenda com os erros, eles são grandes mestres. E aí, programe o seu 2014. Divida por mês, defina por áreas as necessidades, defina por semestre. Ache a sua fórmula. Mas visualize todas as realizações que deseja, escreva e pontue todas elas e a cada mês verifique e atualize suas conquistas. E principalmente, se perdoe e entenda se errar. Planejar é um caminho, mas não é uma prisão. A cada dia tudo pode mudar e tudo pode ser readaptado. Planejamento estratégico é o seu norte. Sua bússola. Nada impede que você pare pra tomar um cafezinho ou cerveja no meio do caminho e reformule seus objetivos.

Mãos a obra!!!

Fontes:

  • CHIAVENATO, Idalberto. 2004. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7ª Edição. Rio de Janeiro, Brasil: Editora Campus, 2004.
  • TZUSunA Arte da Guerra. São Paulo: Editora Gente, 1989.
  • COVEY, Stephen: Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes: Rio de janeiro: Best Seller, 2006.

O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER?

Muitas pessoas acabam se perguntando: ESCOLHI O CAMINHO CERTO? ESTOU MESMO FELIZ? Esta divertida palestra faz um paralelo: DO QUE VOCÊ SONHOU EM SER / DO QUE VOCÊ É / DO QUE VOCÊ AINDA QUER SER QUANDO CRESCER.
“O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER ALÉM DE SALSICHA?”
PALESTRA PARA TODAS AS IDADES. Com duração de 50 minutos + debate. Você pode levar para a SIPAT, para ESCOLAS, para EMPRESAS, para PREFEITURAS, etc. CONSULTE AGORA SEM COMPROMISSO mariliadelima@gmail.com
Imagem

APRENDI A RESPONDER A PERGUNTA “A ocasião faz o ladrão???

A resposta é NÃO. A ocasião revela o ladrão. 
Imagem
Trabalho desde os meus 13 anos e sempre com pessoas. Tenho histórias e mais histórias, das mais lindas e engraçadas às mais sombrias e tristes, para contar. Com mais de 40 anos, 27 de trabalho, aprendi algumas coisas. Ninguém dá aquilo que não tem. As pessoas, nascendo com parte do que serão como seres humanos, vão aprendendo e ganhando conhecimento e experiências que as tornarão o que são. 
Eu considero todas as pessoas boas. As vezes elas só estão no mal caminho, com o coração sujo e magoado, com medo, com traumas etc.

Quando dizemos que fulano não era o que pensávamos estamos mentindo. 
Quando dizemos que nós, agora, mudamos de opinião, estamos mentindo. Quando achamos que a pessoa é um FDP e só, estamos mentindo.
Quando julgamos o comportamento alheio pelo nosso olhar, estamos mentindo.
Mentindo pra nós mesmos.
As pessoas tem seus imensos e inexplicáveis motivos ainda que não entendamos. De verdade já pensávamos mal ou duvidávamos ou já prevíamos este ou aquele comportamento. Já tínhamos como certeza de que a pessoa mais dia menos dia vai iria nos decepcionar. A única coisa que não fazíamos era encarar de frente a situação, olhar com a nossa verdade. Temos a mania de “empurrar com a barriga ou acreditar que os outros é que vão mudar ou que irão pensar e agir como nós.”

Mas, porque isso acontece se “Devemos nos comportar com o próximo do mesmo modo que gostaríamos que eles se comportassem conosco. – (Aristóteles)”?
A máxima do templo de Delfos “conheça-te a ti mesmo” pode ser um caminho, uma explicação. 
Tanto a Bíblia quanto os grandes pensadores já diziam:
NINGUEM PODE DAR O QUE NÃO TEM – Lucas 6.45.
O homem é o que é o seu coração – Pv. 27.19
Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo- Buda
O pensamento é o ensaio da ação. – Sigmund Freud

Nessa linha podemos imaginar que se duvidamos, acusamos ou esperamos algo de bom ou ruim de alguém, em qualquer situação profissional ou pessoal, é porque nós faríamos o mesmo que estamos prevendo que ele faria ou porque temos alguma expectativa, experiência, trauma, mágoa, medo que nos impulsiona para ficar “de olho” para acontecer ou não acontecer de novo. Estas verdades estão dentro de nós e não dos outros. Ainda olhamos quase 100% o mundo dos outros com os nossos olhos.

Em qualquer situação estas são as explicações mais lógicas que encontrei até hoje. Se algo me incomoda, me decepciona ou me deixa mal é porque atingiu algum ponto nevrálgico, MEU. Se a pessoa alheia é que se incomoda ela que tem que resolver seus dramas e cabe a mim ajudar no possível e principalmente fortalecer minhas certezas, minha auto estima, meu foco.

Portanto, partindo do princípio de que todos somos bons; que nunca teremos a certeza do pensamento alheio; que não somos oniscientes, onipresentes e onipotentes e de que só temos o poder de mudar a nós mesmos, o que precisamos é nos conhecer. Avaliar cada situação diária que nos incomoda, descobrir a causa e enfrentar o problema corrigindo os pensamentos ou redirecionando. As respostas estão em nós mesmos. Nosso conhecimento de nós mesmos pode nos levar além e nos livrar de muitos dramas diários, das depressões, das desilusões.

(Marília de Lima)