MAIS DE 20 ÁRVORES PODERÃO SER CORTADAS PARA DAR LUGAR A UM ESTACIONAMENTO NA CIDADE DE CAXAMBU EM MIINAS GERAIS

Cortar árvores em um mundo que luta contra o aquecimento global é uma ação correta? Essa discussão acontece na semana do meio ambiente. 

logo-cul

Foto antiga da Cidade – Postal antigo vendido como “relíquia” no Mercado Livre

Pois é, esta é a discussão que acontecerá dia 05 de junho, em uma audiência pública, na cidade de Caxambu no Sul de Minas. Um projeto de estacionamento no centro da cidade apresentado pela prefeitura com aprovação do IEPHA prevê cortar mais de 20 árvores para abrir espaço para um estacionamento a céu aberto, no coração da cidade e ao lado do parque das águas minerais. Eu vi o projeto e é até “bonitinho”. Mas a pergunta é qual a intenção desse projeto?

Estão pensando no turista e nos visitantes que não tem lugar para estacionar quando a cidade está cheia. – Entendo que a cidade fique congestionada quando tem muito turista (sou de lá) e toda a cidade tem ruas estreitas e estacionar é difícil. Mas a cidade é pequena, o fluxo diário dos próprios moradores não necessitaria de algo desse porte. E para o turista há dezenas de outras soluções.

IMG_8968Por exemplo, deixar seus carros nos estacionamentos nos hotéis. Criar um estacionamento público próximo do ginásio poliesportivo e/ou próximo do centro de exposições ou outro lugar que tenha espaço e assim gerar mais trabalho para os taxistas e charreteiros da cidade. Deixar o centro com flores, bancos para sentar e papear, lixeiras bonitas, árvores, charretes e nenhum carro. Isso acontece em centenas de cidade pelo mundo. Vira até atração turística.

Tenho certeza de que isso iria atrair muito mais turista do que um estacionamento que destruirá 20 e tantas árvores. Além é claro do impacto ambiental da circulação de carros e mais carros no centro da cidade onde esta o parque das águas que é um dos parques do mundo com maior diversidade de águas minerais.

O fato é que em todo o mundo, a moderna inteligência, é reduzir o fluxo de carros para diminuir a emissão de gases. A criação de bicicletários, o plantio de árvores e jardins, a discussão da mobilidade urbana é o grande tema. Então porque andar na contramão da evolução e cortar árvores para criar estacionamento de carros???

Não conheço o projeto. Acho que quem criou, pode realmente no momento, olhando sob um único ponto de vista, ter achado isso interessante. Mas agora todo o projeto enfrentará uma discussão pública. Quer dizer que há outras visões.

Ah… Mas as árvores dessa avenida que serão cortadas estão desiguais. Sim. É verdade. Muito desiguais. Mas estão assim, pois não estão sendo bem cuidadas. Porque os jardins ao redor não existem, estão quase abandonados. Porque infelizmente não há respeito e nem educação da maioria da população (do Brasil) em cuidar do patrimônio. Mas garanto que plantar flores em toda a avenida, consertar as jardineiras e plantar até mais árvores não custará R$ 250 mil reais.

Ah… Mas 250 mil reais vieram através de uma emenda, de um convênio, é um projeto específico, dinheiro além da arrecadação, bônus, se não usar pra isso tem que devolver o dinheiro. Sim. É verdade. Mas deveriam ter pensado antes de fazer um projeto assim. É triste ter que devolver o dinheiro. Mas é melhor do que andar na contramão da história.

photo-1024x768

Ah… Mas o projeto é bonito, vai ficar bom. Depois todo mundo vai gostar. Ok, mas ninguém pensou em preservação do patrimônio da cidade? Quer dizer, só porque o IEPHA aprovou tecnicamente não quer dizer que seja o melhor. É uma mudança numa avenida que faz parte de toda a história de Caxambu. Já foi um pecado colocarem asfalto. Agora vão mudar de novo sem uma consulta pública?

Nossa Marília, você só critica, não sabe de nada e dá palpite. Sim. Sou mesmo chata e dou muito palpite, falo muito, me intrometo. Mas me baseio na realidade e vou dar exemplos que estão acontecendo até mesmo no Brasil de ações que beneficiam o turismo, a natureza, o patrimônio, o cidadão:

– a Prefeitura de São Paulo criou o “parklet”. São estruturas feitas em madeira, com bancos e jardim, que ocupam a vaga de dois carros. Esse é um projeto do município onde através de uma licença pode ser construído estas estruturas. O objetivo? Diminuir o fluxo de carros. Diminuir a emissão de gases. Tornar a cidade mais bonita.

– A Câmara Municipal de Madri já restringiu agora em 2015 a circulação de carros no centro da cidade.

– Paris tem um projeto de que até 2020 restringirá quase totalmente a circulação de veículos poluentes no centro turístico da cidade. E atualmente, 60% dos moradores de Paris não possuem carro.

– O Seminário “Transportes: dimensão-chave para um Brasil sustentável”, organizado pela Fundação Friedrich Ebert, a Carta Maior e a Fundação Perseu Abramo discutiu em 2014 a necessidade da melhoria do transporte público e a eliminação ou no mínimo redução dos carros nos centros das cidades.

IMG_3422E por aí vai… São muitos exemplos. É só dar um “Google” e saberá de muito mais.

E não é nada contra a administração atual. Acho que tem sido feito muita coisa. Tenho visto melhorias sim. O Parque das Águas que estava abandonado começa a tomar fôlego. Então, isso não é politicagem, não é partidarismo, é apenas a defesa de outra visão sobre o mesmo tema. Mas, será no dia 05 que todas estas questões serão discutidas e finalizadas. Eu espero que para o bem da maravilhosa cidade de Caxambu, mas que principalmente, seja democrático. O CODEMA já está olhando os detalhes do projeto.

Se vale meu voto. Eu voto NÃO ao projeto.

Dê uma voltinha pela cidade: https://www.google.com.br/maps/@-21.979065,-44.933739,3a,75y,204.68h,61.39t/data=!3m4!1e1!3m2!1syCOnBrgLhc0xo1069-9xRg!2e0!6m1!1e1