Captação de Recursos – 10 dicas práticas para você montar uma apresentação inteligente do seu projeto

ImagemO número de projetos no mercado, para captação, tem crescido muito nos últimos anos. Projetos sociais, culturais, esportivos, turísticos e outros entram no mercado com os mais variados apelos. Mas todos com um único objetivo: conseguir o patrocinador.

Recebo muito material de projetos prontos para a captação. Muitas pessoas me procuram para auxiliar na captação ou indicar quem faz. Porém, para vender a idéia do projeto, além de um bom projeto, é preciso ter uma boa apresentação. E não se enganem, não estou falando de um material caro e elaborado, estou falando de um material INTELIGENTE que realmente venda a sua idéia.

Se o principal objetivo é vender a idéia, você precisa encantar. Mas nunca se esqueça que todos devem ganhar. O jogo é sempre GANHA X GANHA. Portanto, faça o dever de casa e veja: no que e como, o possível patrocinador poderá ganhar também. E por favor, não me venha com o argumento de que ele terá 100% de desconto nos impostos. Primeiro porque isso pode acabar a qualquer momento e segundo porque você não foi vender um desconto no imposto, mas sim uma parceria com o seu projeto. Antes de tudo entenda VOCÊ NÃO ESTÁ VENDENDO UMA LEI DE INCENTIVO. Você está vendendo o seu projeto. Falar se o projeto tem ou não algum benefício fiscal é a última coisa. É a “carta na manga” das argumentações. A cereja do bolo.

Para que serve um material de apresentação? Para além de vender a idéia ser também o suporte de tudo o que será falado em uma reunião de apresentação. O material precisa mesmo sem você presente, mostrar o que é o projeto, suas possibilidade e o que a empresa ganhará com isso.

Existe muito material subjetivo sobre captação. Por isso resolvi dar estas 10 dicas práticas para você trabalhar com inteligência na elaboração deste material:

01 – Faça uma capa bonita com título do projeto e sua pequena descrição. (Ex: “Quadro Vivo” – espetáculo teatral de rua sobre a Paixão de Cristo). Lembre que quem irá ler não sabe nada ainda do seu projeto. Faça com que ele vá para a página seguinte.

02 – Comece falando do que é o projeto. Não use mais que três lâminas para isso. Coloque o principal e o diferencial do projeto. Esse é o momento de encantar. ENCANTE, CONQUISTE COM O SEU PROJETO.

03 – Em segundo lugar fale sobre como o projeto é interessante para a empresa em questão. Como os públicos são os mesmos. Como o patrocinador será beneficiado com o projeto. O que ele ganhará como retorno desse investimento. O que justifica que empresas apõem este projeto.

04 – Terceiro: mostrar quais as peças de publicidade que o projeto tem. Banner, site, folhetos etc. Mostrar se possível os “bonecos” de cada peça já com a logomarca da empresa inserida. Exemplos para uma melhor visualização. (esta parte mudará claro de acordo com o cliente que se visita).

05 – Na seqüência faça uma lâmina, apresentando quem é a pessoa ou empresa que criou a idéia. É o momento de mostrar a credibilidade e a competência de quem irá executar.

06 – Faça uma lâmina com o valor do projeto e suas divisões por cotas, os tipos de patrocínio como, por exemplo, “Cota ouro”, “cota prata”. Na seqüência outra lâmina com todos os benefícios e contrapartidas. E outra lâmina, se for o caso, da lei de incentivo em que se encontra e a forma de patrocínio através dela

07- Faça um material claro, direto e sem rodeios. Faça um material que tenha começo, meio e fim. Não faça algo muito extenso. Exercite o pensamento e coloque em poucas lâminas as principais e “encantadoras” informações.

08- Finalize o material com o contato de quem tratará desta captação. Se houver, coloque também links para mais informações do projeto.

09- De preferência contrate um profissional da área para preparar o layout. Mas na falta de recursos para tal, pesquise sobre regras básicas de design como: não use mais que três tipos de fontes, não use fontes pequenas demais ou o contrário, não abusar das cores, seguir as margens, usar boas fotos, manter a mesma comunicação visual que será usada no projeto etc.

10 – Não se esqueça: Hoje tudo é virtual. Faça um material que seja também virtual para ser enviado por email. Formate para que o material fique leve mesmo com fotos. Um arquivo com mais que 5 Megabytes pode ir direto para o “spam” ou para a “lixeira”. Seja prático.

E é isso. Qualquer outra informação de como é em detalhes o projeto, material de imprensa, fotos e fotos, procedimentos da lei, contratos etc. devem ser levados a parte como material complementar. E de acordo com o andamento da conversa, ser mostrados e deixados ou não com o patrocinador.

Mas nunca se esqueça. A arte da guerra está em você se conhecer, conhecer o inimigo e conhecer o campo de batalha. Use seu cérebro para ativar sua inteligência. Pesquise, estude e entenda sobre tudo o que vai falar e saiba o mais que puder para quem está falando.

Quer aprender mais? Faça o curso online “Captação de Recursos” agora em março. Informações mariliadelima@gmail.com

“PESQUISA CULTURAL” – VOCÊ RECEBE DE VOLTA OS RESULTADOS.

– Peço ajuda para que respondam e também se puder divulgar. Obrigada,
https://docs.google.com/forms/d/1UhE3u5t_eed7ffr7lhNorEw4IvGAjxgfy4SGXFJwF2c/viewform
Aos meus amigos da cultura Gestores, Secretários e produtores peço a ajuda para responder esta pesquisa para uma matéria que estou elaborando. Desde já agradeço a todos. Se puderem ajudar a divulgar entre os amigos também agradeço. Depois compartilho com os participantes a pontuação dos dados.